Segunda-feira, 30 de Abril de 2007

SOU CAMIONISTA.... SOU O MAIOR.....

l 003

De entre todas as profissões existentes nesta galáxia há uma pelo qual eu tenho grande respeito. Não! Não é pelas putas.

Quer dizer…. por essas eu também tenho respeito mas a profissão pelo qual eu tenho respeito e ainda muito carinho é pelos camionistas, mas atenção que não é por um camionista qualquer. É pelos motoristas de pesados.

É até com orgulho que garanto aqui o seguinte: O camionista português é o melhor do mundo da sua classe.

Ser motorista de pesados é uma profissão muito, muito, muito difícil. Exige anos e anos de estudo. Qual bacharelato qual quê! Qual licenciatura qual quê! É necessário muito mais do que isso. No mínimo uma pós-graduação e um doutoramento. Ah!!!! Devo avisar que não estou a gozar com o Sócrates.

Como se todo este esforço académico não fosse suficiente, ao motorista português ainda lhe é exigido uma disponibilidade física hercúlea.

O motorista tuga é o único que tem um airbag implantado no próprio corpo. É verdade! Aquilo que todos vocês pensam ser uma monumental barriga de doze meses (como os burros) mais não é do que o airbag frontal e lateral que ele usa para sua própria protecção. Compreende-se tendo em conta o estado de avançada degradação dos camiões que ele é obrigado a conduzir.

Depois deste esforço sobre-humano o futuro camionista começa então os seus estudos. Primeiro uma licenciatura em linguagem gestual. É graças a essa licenciatura que ele fica habilitado a desejar boa viagem a todos que o ultrapassam. Como? Esticando na direcção do céu o dedo do meio da mão que estiver mais a jeito.

Mas estas habilitações são ainda insuficientes. Para que possa começar a exercer a profissão tem ainda que finalizar uma pós-graduação em código morse.

Com esta pós-graduação o chauffer de pesados já pode reclamar sempre que assiste a uma manobra menos elegante por parte de outro automobilista. E como é que o faz? É simples. Com três violentas e prolongadas buzinadelas. "Pooooommmmmm........ poooooommmmmmm......... poooooooooooooooooommmmmmmmmmmmm".

Depois de ultrapassado este estágio o homem está então pronto para começar o seu trabalho, mas só em terreno nacional.

Se quiser subir de categoria para os transportes internacionais (TIR) e assim ganhar mais umas moeditas então ainda tem mais uns anitos a queimar as pestanas.

Segue-se então o doutoramento em línguas. Com este doutoramento o eficiente tuga transforma-se num poliglota. Além de portunhês, consegue agora falar também espanholês, franciu e ainda arranha na língua dos bifes. No fundo é tudo uma questão de entoação...... mé non? Ué!

Por fim basta um curso intensivo de decoração de interiores. É que o TIR do português como não pode rivalizar exteriormente com os porcos capitalistas mundiais, prima então pela originalidade e bom gosto da decoração interior das cabines.

Luzes de natal, galhardetes, faixas de clubes, cd’s, bonecos, autocolantes, calendários com gajas podres de boas...... enfim, vale tudo desde que o bom gosto predomine.

Claros que todos estes anos de estudo e sacrifício têm um senão. O belo motorista lusitano não só queimou as pestanas como também derreteu os neurónios e tornou-se extremamente esquecido. Ficou com memória de peixe.

É por isso é que é o único na sua profissão que usa uma matrícula com o seu próprio nome no vidro da frente do seu TIR.

Bom..... acho eu que é por isso....... ou será que é para poder encontrar o camião depois da paragem para um almoço bem regado com uma garrafita de tintol e três digestivos?

publicado por Manel dos Anzois às 14:00
link do post | comentar | ver comentários (33) | favorito
 O que é? |
Sexta-feira, 27 de Abril de 2007

VIRÚS.... BUGS..... ENFIM.... BICHO!!!

Hoje não há post. Pelo menos daqueles com três quilómetros com que eu vos costumo brindar para testar a vossa paciência.

"E porquê?", perguntam vocês.

Não.... não é por falta de ideias. É mesmo por falta de tempo.

Passei o dia a tentar limpar o sebo a um bicho que me apareceu no computador.

A culpa é vossa, com os cu mentários que aqui fazem, carregados de tanta bicharada.

Já estou a ver que vou ter um rico fim-de-semana, de mata moscas na mão a tentar apanhar o gajo! Nem sei se vou ter hipótese de amanhã ir para os copos!

Enfim, um bom fim-de-semana para voc...... epá.... tenho que ir.... aqui está o gajo...... tchau!

image001

publicado por Manel dos Anzois às 16:18
link do post | comentar | favorito
 O que é? |
Quinta-feira, 26 de Abril de 2007

MALDITA SINUSITE!!!!!

Já aqui disse que se há sitio onde não encontram este cuzinho esse sítio é na praia. Nem pó! Tornei-me alérgico a areia nas virilhas.

Mas nem sempre fui assim. Antigamente, no tempo em que as galinhas ainda tinham dentes, mal vinham os primeiros dias de sol ali estava eu, a dormir umas valentes postas no areal.

Quando o verão chegava ao fim estava negro que nem um tição. Os meus amigos até me puseram a alcunha de Reinaldo, mas por outra razão é claro.

Foram duas as razões que fizeram com que eu gradualmente fosse deixando de me esticar na areia. A primeira foi a falta dela. Dela da areia, é claro! Já sabem que não sou adepto de desportos radicais como as raquetes ou os discos voadores ou até mesmo picar carreiras. Não! Para mim, praia é para dormir ao sol, tipo os lagartos.

Com a constante redução de areia nas praias desta cidade os veraneantes começaram a assentar arraiais quase em cima um dos outros e isso veio transtornar os meus sonos de beleza, já para não falar que o cheiro aos cozinhados com que os turistas das nossas praias nos costumam presentear me estava constantemente a abrir o apetite, o que me levou então ao segundo problema.

Passei a deixar de dormir na praia mas em compensação passava o tempo a comer. Como consequência disso os fatos de banho foram deixando de me servir até que em fase terminal já só conseguia vestir a minha tanga tigresa.

Claro que foi só uma questão de tempo até essa mesma tanga começar a apertar-me os tintins. Eu isso ainda conseguia suportar embora me estivesse a afectar a voz, estava a ficar fininha como a do Ricardo, o guarda-redes do Sporting. Agora o raio da traseira da tanga a enfiar-se no meu traseiro é que era insuportável.

Só me restava aderir ao naturismo e foi isso que fiz. Só que estavam constantemente a apontar para mim, com risadinhas e piadinhas. A gota de água foi quando uns turistas alemães decidiram fazer-me uma sessão fotográfica sem a minha autorização, num momento em que eu estava a pensar na vida. Não contentes com isso ainda meteram as fotos na net.

Foi assim que deixei de ir à praia, para grande pena da minha família que gostava de usar a minha barriga como para-vento ou então aproveitar a sua sombra para resguardar a garrafa de água.

Aqui fica então a fotografia que deu origem a esta minha greve para com a praia.

Family

Pois bem, depois destes aninhos todos descansado o meu pesadelo voltou. Depois de várias crises de sinusite durante este inverno que passou, fui aconselhado pelo meu médico, o Dr. House, a fazer o máximo de praia possível.

Okay, eu vou mas vou contrariado. Recuso-me a gastar dinheiro num novo fato de banho, por isso vou voltar à minha tanga tigresa, só que para isso tenho de perder sete quilitos.

Falei com o meu amigo Neto que me mandou andar de bicicleta pelo menos meia hora por dia.

Já fiz uma semana de treino e o resultado é notável.

DIA 1 – Domingo.

Acordei cedissimo, pouco passava das 15 horas, cheio de vontade de começar o meu treino. Claro que para isso tinha de ir comprar a bicicleta, daquelas sem rodas de ter em casa, ou julgavam que eu ia agora andar na rua a fazer exercício, em risco de apanhar algum vírus.

Peguei na restante família para me ajudarem a decidir na escolha do modelo da bicla e rumamos a Taveiro, até à Decathlon.

Quando lá cheguei até me assustei. Não imaginava que o povinho português fosse tão dado ao desporto. Era gajos a experimentarem patins, skates, trotinetas. Ao fundo havia quem jogasse pingue-pongue. Um grupo de amigos lançavam umas bolas ao cesto..... aquilo mais parecia o recinto dos jogos olímpicos.

As caixas para pagamento estavam vazias, mas os restantes corredores transbordavam. O pessoal usa a loja como se fosse um ginásio, com a vantagem de ser grátis. Estava eu a trepar para cima da primeira bicicleta para a experimentar e passa por mim o meu vizinho. Andava a experimentar uma canoa, com o colete salva-vidas vestido e tudo. Fiquei envergonhado e saltei da bicicleta para fora. Gosto pouco de fazer fracas figuras em público.

Obriguei a minha querida mulher a experimentar os 168 modelos que ali havia. No fim optei pelo mais óbvio. O mais barato! Fiquei tão cansado de ver a senhora Cu a pedalar que só neste primeiro dia de treino gastei pelo menos 3000 calorias. À vinda até parei em Tentúgal para comer uma dúzia de pastéis e retemperar forças.

DIA 2 – Segunda-feira.

Depois de um dia de árduo trabalho chego a casa e preparo-me para mais um treino. Claro que ainda tinha que tirar a bicicleta do porta bagagens da carrinha. Duas horas depois e 3 litros de suor gastos já tinha metade da caixa fora do carro.

Não imaginam o que custa tirar uma enorme caixa de doze quilos de dentro de uma bagageira. Ufa..... mais 4000 calorias gastas. Já só tive forças para gritar para a minha mulher "Olha que hoje a bucha tem que ser reforçada, mas não faças nada muito pesado. Olha..... faz cozido à portuguesa!"

DIA 3 – Terça-feira.

Saio do trabalho à hora certinha. Estou dorido dos dois dias anteriores de tanto exercício mas chego a casa cheio de vontade de queimar calorias. Chegou finalmente a hora de montar a bicicleta.

Como bom Engenheiro que sou escusado será dizer que foi um tirinho até a bicicleta estar montada, pronta a ser pedalada. Só tive que fazer quatro tentativas. Demorou pouco mais do que três horas. Neste dia devo ter chegado praticamente às 4000 calorias gastas.

DIA 4 – Quarta-feira.


Chego a casa, visto o belo do equipamento e pumba, salto para cima da bicla para lhe tirar os três. Começo a pedalar.... a pedalar... a pedalar.... e ao fim de cinco minutos ouço um som que já não ouvia à muitos anos. Uma respiração ofegante.... a arfar.... fiquei de tal maneira excitado com as recordações que o som me trouxe que levei o restante tempo do treino a espancar o macaco. Dei-lhe tantas que o gajo ficou todo negro. 5000 calorias. No mínimo!

DIA 5 – Quinta-feira.

O cansaço começa a pesar mas eu não desisto. Para me abstrair dos meus próprios gemidos ponho a bicicleta em frente à televisão e ligo esta aos altos berros. Vejo o Preço Certo do Fernando Mendes enquanto pedalo. O programa está a começar e os concorrentes não param de oferecer presentes ao gordo. Pasteis, presuntos, queijos, vinhos..... porra, assim não há cu que aguente. Tive de parar para ir fazer um lanchinho e já não voltei. Hoje não passei das 50 calorias gastas.

DIA 6 – Sexta-feira.

Para não levar com o programa do gordo mudei de táctica. Acordei meia hora mais cedo, ou seja, às seis e trinta da matina e ai fui eu para a bike com a TV ligada. Conclusão..... adormeci novamente. Acordei com a cornadura no chão e a minha mulher a dizer "assim também eu faço exercício." Hoje nem vale a pena contabilizar as calorias gastas.

DIA 7 – Sábado.

Hoje decidi quebrar com a rotina da bicicleta. É sábado, dia de dar o meu show de dança nas Três Chaminés e não quero ir cansado. Afinal de contas sou ou não sou o rei do merengue?

Já para não falar que dançar é um óptimo exercício. Se descontarmos as calorias dos whiskies, devo deixar pelo menos 4 calorias na pista de dança todos os sábados.

DIA 8 – Domingo.

Acordo e penso logo "tenho que ir andar de bicicleta.... até vai ajudar a destilar o álcool de ontem". Levanto-me mas só tenho tempo de correr até à casa de banho chamar o Gregório.

É com a cabeça dentro da sanita que reparo na balança da minha mulher que descansa mesmo ali ao lado. Quando me consigo levantar meto-me em cima dela (atenção que estou a falar da balança e não da minha mulher) e para meu espanto..... estou.... estou.....3!!!! 3!!!!! 3!!!!! 3 quilos mais gordo?????

Merda para a bicicleta que me anda a abrir o apetite! Quem a quiser comprar é só dizer. Vendo barato....

publicado por Manel dos Anzois às 17:23
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
 O que é? |
Terça-feira, 24 de Abril de 2007

COXOS E PARALÍTICOS

Tenho ouvido dizer que a Discoteca Bergantim está na moda. Sinceramente não sei se assim é já que ao contrário do que costumo aqui dizer (sim....sim.... quase tudo o que aqui é dito é mentira) não saio à noite há mais de dois anos.

O mais parecido que tenho com sair à noite é sentar-me ao computador munido de uma garrafa de whisky e navegar na internet no site Figueira Night.

Foi ai que descobri a fotografia que vos vou mostrar. Graças a ela posso dizer o seguinte. Não sei se é verdade que o Bergantim está na moda, agora posso garantir que vai lá muita gente, inclusive coxos e ......... paralíticos.

Bom feriado.

tn_MG_6140

publicado por Manel dos Anzois às 16:56
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
 O que é? |
Segunda-feira, 23 de Abril de 2007

NOBRE MACHÃO

salsicha_nobre_10

É certo que aos olhos de qualquer pai e de qualquer mãe o seu rebento é o ser mais lindo do mundo, a mais bela obra da natureza. Afinal de contas ali está o fruto da única queca mandada no ano anterior, mas por vezes temos tendêcia a exagerar.

Eles acabam de nascer e ali estão, pouco maiores do que um rato mas com a mesma aparência deste, cheios de gelhas, todos vermelhões e ainda com restos de gosma e nós suspiramos e dizemos "Ai tão lindo....".

Eles vão crescendo e ao contrário dos cães que deixam de ter piada assim que deixam de ser pequenos, fazendo com que nós os abandonemos numa estrada qualquer, os nossos putos continuam a fazer com que nós nos orgulhemos deles. São sempre tão lindos!

Se não acreditam perguntem lá à mãe do Caneira se o seu filho não é lindo. Ou à mãe da Odete Santos. Podem até perguntar à mãe do Sócrates que ela de certeza que diz que o seu filho além de extremamente bonito ainda é o maior Engenheiro do mundo. Do mundo? Oh, oh.... do Universo.

Esta sexta-feira li na Revista Sábado que dar caminhadas está na moda. "Ora aqui está uma moda que não é muito cara, mesmo boa para mim que ando sempre teso", pensei eu. Foi assim que sábado de manhã vesti o meu calçãozito branco que faz conjunto com a minha camisola de cavas também branquinha e a bela peúga da raquete e meti os pés ao caminho. Finalmente também estava na moda.

Foi cansativo. Para quem não fazia exercício nenhum para ai há 20 anos aqueles 500 metros de passeio pareceram-me uma autêntica maratona, mas ainda assim tenho a dizer que foi um exercício deveras retemperante.... para a minha mente. Durante uma manhã inteirinha não tive que aturar a minha querida esposa.

O que eu pude presenciar durante as largas horas que passei sentado no muro da praia a descansar os músculos foi na quantidade de gajos a passearem os seus lulus. A ver pelo número de poias que jazem nos passeios da marginal, algumas delas tão grandes que parecem aqueles charutos que o Dr. Miguel de Almeida trazia de Cuba, deve ser uma actividade recorrente para aquelas bandas.

Demorei um bocado a perceber a essência dessa actividade mas quando finalmente compreendi reconheci que os gajos não são nada parvos. Não há melhor maneira para engatar miúdas. Elas passam e não ficam indiferentes ao canídeo. "Ai que cão tão lindo.... ai que amor.... ai que querido..... como é que se chama? Rex? Que nome tão original.... e o dono, como é que se chama?” e ali está o inicio de uma bela relação..... com o dono do cão é claro!

Passei o resto do dia a pensar que devia arranjar um cão para mim até que de repente me lembrei do ditado "Quem não tem cão caça com gato". Ora ai estava. Excelente ideia. Eu não tenho gato mas tenho o meu puto de 14 meses que lá está, como eu comecei por referir, é o bebé mais lindo do mundo.


No domingo, assim que eu consegui arremessar este esbelto corpo para fora da cama lá fomos nós. Já faltava pouco para anoitecer mas ainda assim pus-lhe uma trela e zarpamos de casa em direcção à marginal. Não podia ter escolhido melhor, parecia que ali tinha parido a Galega. O muro da praia não tinha nem meio metro desocupado para um gajo descansar a peida.

Fiz sete piscinas entre a ponte galante e a barraca das farturas em Buarcos e nada! Nem água vai nem água vem. Cheguei ao fim do dia com os pés em foles e o tomatal todo assado e nem uma garina se meteu com o raio do puto.

Fui para casa desiludido, aborrecido, chateado e outros adjectivos pejorativos com o raio do chavalito. Cheguei mesmo a pensar "O catraio deve ser feio como os cornos. Só eu é que o devo achar lindo. Estou a ver que tenho estado enganado".

Chegado a casa fui por os tintins de molho numa banheira repleta de água tépida e aproveitei o momento de relax para ler a entrevista da Helena Sacadura Cabral, mãe de Miguel e Paulo Portas à Revista Sábado.

Só consegui ler até à segunda pergunta. Logo ai a coisa descambou. Como boa mãe que a senhora deve ser lá foi dizendo que «A minha família dá origem aos nobres machos desta terra.».

Ia morrendo com os 3424 pirolitos que bebi de tanto me rir. Ah... ah... ah.... machões.

Ai...ai.... ainda me dói o abdominal de tanto me rir.... ah... ah.... machos… e ainda por cima nobres. Um deles então é muito machão.... e nobre.

Nobre como a ..... salchicha.

publicado por Manel dos Anzois às 20:15
link do post | comentar | favorito
 O que é? |
Sexta-feira, 20 de Abril de 2007

SELO

SELO

Já aqui vos contei a minha aptidão para coleccionar tudo e mais alguma coisa, mas uma das maravilhas que coleccionei foi selos. Embora hoje em dia não lhes ligue ponta de um chavelho, houve tempos em que gastava as minhas economias na aquisição de novos membros para a colecção.

Quando casei, para sustentar a colecção de sapatos da minha mulher deixei de ter sobras de dinheiro e a colecção estagnou. Nessa altura divertia-me a reorganiza-los. Ora por data, ora por temas, ora por países, ora por beleza, ora novamente por data e assim sucessivamente.

Depois nasceu a minha filha e até para isso deixei de ter tempo. Agora tenho lá em casa uma fortuna em selos completamente ao abandono.

No entanto não deixei o meu gosto por filatelia desvanecer-se. Não. Muni-me do poderoso software de tratamento de imagem que é o Paint e passei horas e horas ao computador a fazer os meus próprios selos.

Claro que quando descobri que os CTT lançaram um concurso para um novo selo e que qualquer um podia participar fiquei fod.... lixado.

Quando então vi os 10 selos que chegaram à final (um deles de um figueirense) fiquei refod..... mais que lixado.

É que tenho a certeza que qualquer um dos meus selos ganhava aquilo.

É que os meus selos são de lamber e chorar por mais..... aqui fica uma pequena amostra.

Bom fim-de-semana.

selos

publicado por Manel dos Anzois às 19:48
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
 O que é? |
Quarta-feira, 18 de Abril de 2007

FOTOGRAFIA

Sofia%20Loren

Sou um gajo um bocadinho limitado e talvez por isso há determinadas coisas que eu não compreendo. Pormenores do dia-a-dia, nada de muiiiiiiito importante. Por exemplo, não compreendo porque é que o Saramago não faz pontuação. Como vêm são coisitas banais que nem sequer me tiram o sono.

Como além de limitado também sou tímido não ando para ai a importunar as pessoas com estas minhas questões existenciais. Deixo a coisa andar. Deixem lá o velhote. No fundo o gajo deve ser feliz assim, sem pontos nem vírgulas.

Há no entanto um assunto que me intriga diariamente, já que desde há nove anos que levo com aquilo todos os dias. Porque é que se usa a fotografia do conjugue na mesinha de cabeceira? Mas isso faz parte de algum acórdão pré-nupcial?

Sinceramente, não percebo. Eu ainda podia entender se fosse a minha fotografia do meu lado da cama e a fotografia dela do seu lado da cama. Isso até tinha alguma lógica, ainda para mais no meu caso que ia ficando viúvo logo no dia do meu casamento.

Quando a boda acabou, a minha querida mulher virou-se para mim e disse em tom meloso "Anda amor. Vamos estrear a casa. Anda, estou farta de ser virgem".

O problema é que era Sábado e Sábado é dia de eu fazer o rally das tascas com os meus amigos. Eu casei mas não pretendia mudar os meus velhos hábitos e disse-lhe logo "Olha amor. Eu também estou farto de ser Caranguejo mas hoje não te posso ajudar. Tenho uns assuntos a tratar com o Malaquias e o Isaías. Amanhã eu vejo qual é que é a hipótese de te fazer uma mudança de signo".

Parti derramadinho para começar a afogar as mágoas e foi com alguns whiskies que as matei. Quando cheguei a casa, já quase de dia, estava estoirado e mandei-me em voo para o meu lado da cama, que supunha eu, seria o que tinha a minha fotografia na mesinha de cabeceira. Conclusão, ia matando a senhora Cu com os meus 120 quilogramas. Devido a este incidente ainda hoje ela tem alguma relutância em estar debaixo de mim.

Nunca a questionei sobre o porque das fotografias estarem ali, trocadas. Afinal de contas tanto os meus pais como os meus sogros têm as respectivas fotos nas respectivas posições invertidas, por isso eu sempre supus que ou era tradição de família ou que devia haver alguma lei para isso.

No entanto esta noite algo mudou. Até pode ser que a dita lei exista, mas só pode ter sido criada por uma mulher. Esta história da fotografia na mesinha de cabeceira mais não é do que um superior e maquiavélico plano feminino para provocarem a morte do respectivo esposo. O objectivo mais não é do que ficarem viúvas.

Ontem à noite fui jantar a casa da minha actriz de cinema preferida. A Sofia.... Sofia..... Sofia.... ai porra, esquece-me agora o nome. Olhem, a Sofia qualquer coisa, a que está na fotografia lá de cima.

Cheguei lá por volta das nove da noite e ela estava a preparar-me um delicioso bacalhau com natas. Bebemos um moscatel enquanto a comida se fazia e fomos falando de coisas banais.

Ahhhh, já me lembrei do nome da senhora. Sofia Loren. É lógico que percebi logo que se tratava de um sonho, pois eu nunca estaria a jantar em casa da Sofia Loren na vida real, já que ela é nova demais para mim, mas ainda assim o caminho que o sonho estava a levar agradava-me e deixei-me assim ir, embalado pelos lençóis.

Jantamos bem, bebemos melhor e por fim continuamos a conversa acompanhados por algumas caipirinhas. Não sei se foi do vinho, ou se foi da caipirinha ou se foi do picante que estava no bacalhau, o que sei é que quando dei por ela ali estávamos nós, pumba, pumba, pumba, pumba, pumba, pumba ..... a tentar fazer a digestão.

Estivemos nisto a noite toda. Só adormecemos quando os primeiros raios de sol entravam pelas frestas da persiana. Acordei lentamente com um sorriso nos lábios. Aclarei a garganta rouca de tanto gemer, abracei-a e sussurrei-lhe ao ouvido "Foi tão bom para ti como foi para mim?".

Para minha surpresa responde-me a minha mulher "Está calado que passas-te a noite toda a ressonar e a gemer e eu não preguei olho, deixa-me agora dormir!". Com o susto que apanhei o meu ventrículo esquerdo entrou automaticamente em paragem.

Foi ainda em choque que me virei para o lado contrário da cama, tentando assim restabelecer-me do profundo desgosto que tinha acabado de sofrer, quando o meu ventrículo direito entrou em colapso. Só tive tempo de soltar um fatídico grito "Aaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhhh.......".

Ali estava ela outra vez, agora em versão fotográfica......

publicado por Manel dos Anzois às 14:10
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
 O que é? |
Terça-feira, 17 de Abril de 2007

LOIRA...

imagem_sabor_autentico

Com este calor a única coisa que me fazia mexer os dedinhos era uma loira, por isso hoje fico-me por aqui.

Até amanhã!

Ahhhhhhh! Esqueci-me de dizer que era uma loira daquelas de beber, fresquinhas, como a da fotografia.

Pensando melhor, a loira de branco também era capaz de me fazer mexer qualquer coisita....

publicado por Manel dos Anzois às 17:47
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
 O que é? |
Segunda-feira, 16 de Abril de 2007

ORDEM

Finalmente fiquei ontem a saber o que é que Camões queria dizer com aquela coisa do fogo que arde sem se ver. Aliás, hoje ainda estou pior.... a suspirar pelos cantos, aos "ais".... nunca tinha sofrido assim. É verdade. Sofro desde ontem de..... azia.

E a culpa disto tudo, infelizmente, não se deve a nenhum tipo de comezaina. Não, até porque se bem me lembro ontem praticamente não comi nada. Só bebi líquidos, principalmente caipirinha.

E o que é que me provocou a azia? Bom, primeiro comecei com uma ligeira impressão no estômago, isto tudo porque o padre da aldeola onde eu moro desde há três anos teve o desplante de cometer a heresia de me acordar às cinco da tarde para eu lhe beijar a cruz. Estava eu ainda no meu primeiro sono!!!!!

Não fossem os dois seguranças de vestido de noite que ele trazia com ele e eu tinha-lhe enfiado mas era a cruz pelo cu acima. Fiquei logo com o dia estragado. Até rasguei o meu cartão de sócio das Testemunhas de Jeová.

Estava de tal maneira furioso com o cristianismo que à noite quando vi que a SIC se preparava para transmitir um documentário sobre o túmulo de Jesus mudei logo para o Canal 1. Foi assim que muitos anos depois voltei a ouvir a irritante voz do Professor Marcelo.

Aos anos que eu não ouvia o homem falar. Já fui grande fã do senhor professor mas desde que soube que o homem só dorme 4 horas por noite e que lê 327 livros por dia que passei a não o suportar.

Eu até podia admitir que alguém lê-se mais livros num dia do que eu num século, agora que durma menos do que eu? Isso eu não admito. Se há alguém que dorme pouco sou eu. Só assim se compreende as alucinações que tenho para escrever aqui estas coisas.

Estava então eu a ouvir o professor, já com um ligeiro ardor no estômago quando se instala a verdadeira azia. Então não é que ouvi o homem dizer que Sócrates não podia usar o título de Engenheiro porque não estava inscrito na ordem dos Engenheiros!

Foi como se tivesse levado um murro mesmo na boca. Na boca do estômago, é claro. Então eu, e provavelmente milhares de portugueses, que até sou Engenheiro mas porque nunca precisei de isso para nada nunca me inscrevi na ordem, não posso usar o título????? Não?????? Então e agora?????? Eu que tirei o curso só para ter um título!

Então e isso quer dizer que vou ter que rasgar a porcaria dos meus cheques todos? E os cartões de crédito também? E o cartão de cliente da Passerelle também????? Epá, esse não!!!!!

Fiquei à rasca e decidi então recorrer ao factor C. Como? Ahhhhh, é que eu ainda não tinha dito que também andei no ISEC. Sim, sim! Sou Isequiano. Pois.... pois.... tal como o Ricardo Costa eu também trato o Sócrates por tu. Fomos colegas de curso.

Conhecendo bem o nosso primeiro como eu conheço deduzi logo que ele estivesse a ver algo mais interessante do que o professor Marcelo. Quase que podia apostar que devia estar a ver o Travel Channel ou o Fashion TV, por isso liguei-lhe logo a contar-lhe o que tinha acabado de assistir.

Enfim, tivemos uma conversa interessante. Sócrates prometeu-me uma inscrição na ordem dos Engenheiros para que eu não tenha que deitar fora o cartão da Passerelle se eu em troca usasse este espaço, visto por milhares e milhares de cibernautas para desmentir que ele não esteja inscrito na ordem.

Venho pois por este meio provar que o meu colega Sócrates pertence à ordem dos Engenheiros, sim senhora!

1C9875743

publicado por Manel dos Anzois às 14:11
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
 O que é? |
Sexta-feira, 13 de Abril de 2007

FUTEBOL, PUTAS E VINHO (VERDE)

1

Algum dia havia de ser! É hoje. É hoje! É hoje!

Não.... não.... já sei que estão a pensar que vou dizer que é hoje que vou exercitar o meu músculo sexual, mas não, cheira-me que ainda não é hoje.

É hoje que vou falar de futebol. Já sabem que considero o futebol uma arte menor só equiparada à tourada. Estou a exagerar. O futebol não é assim tão mau. Simplesmente não ligo muito. A maior parte dos jogos são como a batata. Dão sono. Ainda assim isto não impede que tenha um clube de eleição. Sou lagarto.

Ser lagarto é a grande razão pela qual eu nunca me interessei por futebol. Não, não tem nada a ver com a conquista de títulos ser uma actividade esporádica para os lados de Alvalade em particular e para a zona da 2ª circular em geral. A maleita deve-se a eu ser o único leão no meio de uma enorme e distinta família de...... Benfiquistas. Posso até dizer que um dos mais prestigiados capitães do dito Glorioso ainda é meu familiar. Esse mesmo. O Humberto Cu Elho.

Sempre fui considerado a ovelha ranhosa da família. Fui até deserdado pelo meu avô e excomungado pelo meu pai e tudo isso deixou-me traumatizado.

Ainda assim ontem vi quase o jogo todo do Benfica, isto tudo porque cheguei a casa e a minha mulher teve o desplante de me pedir ajuda para arrumar a loiça da máquina. A primeira desculpa que me veio à cabeça foi "não posso, tenho que ir ver o Benfica. Olha, já agora quando puderes traz-me uma cerveja e o cinzeiro. Mas não demores muito, é melhor ser já".

Não só vi o Benfica como torci como se de um diabo vermelho me tratasse. O Benfica caiu por terra e sinceramente fiquei sem perceber porque é que o Benfica jogou com 10 e o Espanhol com 12. Não sabia que o Nuno Gomes se tinha transferido para Espanha. Enfim, é o que faz não dar atenção às notícias.

Este resultado deixou-me muito preocupado. Não por não ganhar, já que isso até me deixou com um sorriso nos lábios, sabem como é que é aquelas coisas irracionais da clubite, mas fiquei preocupadíssimo com a águia.

Sim, ando muito preocupado com a águia Vitória. Primeiro porque já ouvi por ai dizer que a águia já passou uma procuração para lhe mudarem o nome para Empata. Mas o que me preocupa mesmo muito, muito, muito é a saúde do animaleijo. Ela já não consegue disfarçar aqueles quilitos a mais proporcionados pelos poucos voos que tem dado ultimamente. Qualquer dia está tão pesada que já nem levanta o cu do chão.

O jogo acabou e eu continuei refastelado no sofá a ver o primeiro canal só com preguiça de me levantar e ir buscar o comando. Foi assim que ocasionalmente ontem vi o telejornal.

Fiquei espantado com a notícia e o testemunho dos jornalistas que dizem ter sido alvo de pressões por parte do gabinete governamental para não darem notícias sobre a hipotética hipótese do nosso Primeiro não ser Engenheiro.

Por amor de Deus, pressões!!!! Num país tão democrático como o nosso!!!!! Ainda bem que no fim apareceu o Ricardo Costa da SIC a repor a verdade e a dizer que não sofreu pressões nenhumas. Claro que o facto de Ricardo ser irmão do Ministro Socialista António Costa é só uma mera coincidência.

Enfim, o fim-de-semana está ai à porta e não posso deixar de fazer uma sugestão. Desta vez não vou falar desse paraíso de alcoolemia que é o Bergantim mas sim da concorrência, a Discoteca Vinyl Plazza. Desde que reabriu no Carnaval que anunciam um tal de «Novo conceito. O conceito à tanto esperado».

Tenho por lá passado todos os fins-de-semana e novo conceito..... nem vê-lo. Tenho sido paciente e tenho esperado.... esperado.... e não havia meio de ver esse tal conceito à tanto esperado. Quando eu já pensava tratar-se de publicidade enganosa eis que dou de caras com o flyer deste fim-de-semana.

O que me chamou a atenção nem sequer foi o Dj ser o próprio Patrão. Isso eu até compreendo. Há que poupar em tempos de crise. O que me chamou a atenção foi o bar aberto de 30 em 30 minutos.

Agora sim, estão prestes a ter o conceito à tanto esperado. Eles ainda não perceberam é que o que a malta está à espera para ir até lá é que passe a ser bar aberto..... mas a noite toda, é claro!

Bom fim-de-semana.

publicado por Manel dos Anzois às 14:18
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
 O que é? |
Quinta-feira, 12 de Abril de 2007

VINOTERAPIA

vinoterapia_statica

Tenho que admitir que tinha um grave problema com o álcool. O destilado, é claro, já que o etílico nem em momentos de desespero cheguei a provar. No entanto estou curado. Estou limpo há 36 horas.... ou será que é há 24 horas.... bem não tenho bem a certeza mas não é relevante. O que interessa é que consegui curar-me.

Tinha esta dependência desde o meu sétimo ano de escolaridade, ou seja, desde os meus 22 anos. Sim, sim, é verdade. Chumbei uma data de vezes na quarta classe e no ciclo. O que é que querem, eu gostava daquilo. Não há nada como a vida de estudante.

Foi então no sétimo ano que o meu professor de química, o Ferreira da Câmara me ensinou a mim e ao resto da turma o processo de destilação do álcool, ou seja, basicamente ensinou-nos a fazer bagaço a martelo.

O assunto interessou-me tanto que me tornei o melhor aluno da turma. Fiz bagaço de tudo e mais alguma coisa. Esqueci-me de dizer que fui o melhor da turma mas só a química já que nas restantes disciplinas chumbei a tudo. Até a educação física. A culpa nem era minha, o raio do horário é que ditava as aulas de ginástica a seguir às de química e eu assim já ia para o ginásio com o equilíbrio ligeiramente instável.

Quando há uns anitos a minha língua começou a ficar com a textura da cortiça e assim a dificultar-me a dicção eu achei por bem parar com o vício e decidi entrar nos alcoólicos anónimos.

Claro que foi um processo demorado, não por falta de vagas ou devido a um qualquer exigente processo de candidatura, mas porque por ser uma entidade anónima ninguém me sabia dizer onde era.

Foi por pura sorte que a descobri graças ao bêbado do meu amigo Malaquias. Chegou então o dia V. O dia da minha apresentação e o dia em que eu de uma vez por todas deixaria o vinho.

Durante a viagem pensei num nome fictício com que eu me iria apresentar. "Hummmmm, deixa cá ver um nome que me mantenha anónimo..... Grant’s.... não, é estrangeiro.... Barreiro..... não, é nome de cachaça,....... Monchique..... ahhhhhhgggrrr, isto não, é marca de água, iaaaaacccc, que horror..... ahhhhh...... Beirão.....ahhhh, bolas, é nome de licor, o licor de Portugal. Que raio, só me consigo lembrar de nomes alcoólicos. Isto deve dar mau aspecto. Que raio, se ao menos eu pudesse dizer o meu verdadeiro nome seria tudo muito mais fácil."

Decidi que quando chegasse lá resolveria a questão. Cheguei a horas mas optei por ficar à porta cinco minutos para não correr o risco de ser o primeiro a ter que dizer o nome. Foi de ouvido à escuta que fiquei ali, mesmo juntinho à entrada. Quando chegou a hora ouvi "O meu nome é Isaías e sou alcoólico", deu-me um arrependimento e fugi dali a sete pés. Só parei no Gato Preto para um copo de carrascão e uma sandes de molho.

Quando pensava que já não tinha cura possível, que mais dia, menos dia acabaria numa valeta arremessado por uma overdose de álcool vi num bocado de uma folha de revista que eu estava a usar para fazer um filtro, a palavra Vinoterapia.

"Só pode ser a cura para quem tem mau vinho", pensei eu. Tentei informar-me sobre o assunto. Consegui descobrir que basicamente se trata de ir a banhos em vinho. Um gajo está ali de molho no dito e em vez de o beber só o cheira. Como estes tratamentos são feitos em SPA’s e graças ao meu vício dei cabo da minha fortuna, decidi fazer o tratamento em casa.

É como aqueles gajos que em vez de irem para o ginásio compram uma máquina de musculação e exercitam o cabedal em casa.

Eu comprei 28 garrafões de Teobar. Enchi a minha banheira de hidromassagem com ele e passei a tomar um relaxante banho diário naquele néctar. Agora que cheiro a vinho 24 horas por dia deixei de o beber. Aliás, só o cheiro já me deixa enjoado.

Nunca mais meti uma gota à boca. Juro! Juro! Juro! Claro que as vezes que eu adormeço na banheira e engulo uns pirolitos não contam!!!!

publicado por Manel dos Anzois às 16:33
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
 O que é? |
Quarta-feira, 11 de Abril de 2007

PITÁGORAS

pitagoras

Agora que graças às explicações da minha filha consegui finalmente aprender a tabuada dos 2, dos 5 e dos 10 pensava que a matemática já não tinha segredos para mim.

Imaginem lá o meu espanto quando recebi por e-mail o seguinte enigma que vos transcrevo aqui. Sentem-se bem e preparem-se.

Pega uma calculadora porque não dá para fazer de cabeça, a não ser que o teu apelido seja Pitágoras.

1- Digita os 3 primeiros algarismos do teu telefone ou telemóvel (não consideres o indicativo 91, 93, 96, 23,...);

2- Multiplica por 80;

3- Soma 1;

4- Multiplica por 250;

5- Soma com os 4 últimos algarismos do mesmo telefone;

6- Soma com os 4 últimos algarismos do mesmo telefone de novo;

7- Subtrai 250;

8- Divide por 2.


E agora...... trrrrrrrrrrrrrr trrrrrrrrrrrrrr trrrrrrrrrrrr (rufam os tambores....) trrrrrrrrrrrrrr trrrrrrrrrrrrrr trrrrrrrrrrrr trrrrrrrrrrrrrr trrrrrrrrrrrrrr trrrrrrrrrrrr trrrrrrrrrrrrrr trrrrrrrrrrrrrr trrrrrrrrrrrr trrrrrrrrrrrrrr trrrrrrrrrrrrrr trrrrrrrrrrrr trrrrrrrrrrrrrr trrrrrrrrrrrrrr trrrrrrrrrrrr trrrrrrrrrrrrrr trrrrrrrrrrrrrr trrrrrrrrrrrr

Reconheces o resultado???????

É O NÚMERO COMPLETO DO TEU TELEFONE

Ainda tentei decifrar como é que isto acontece mas ....... desisti antes de começar. Ando um bocadito para o preguiçoso.

publicado por Manel dos Anzois às 18:01
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
 O que é? |
Terça-feira, 10 de Abril de 2007

MINISSAIA

MichellinMan

Quando um destes dias ouvi a notícia de que a minissaia ia ser a grande moda deste verão nem quis acreditar. Aliás, eu não consigo perceber como é que as grandes potências Mundiais discutem o desarmamento atómico e nuclear e ninguém fala em erradicar do planeta a minissaia.

A minissaia quando numa peidola errada pode ser uma arma muito perigosa. Num bom corpo a minissaia pode causar no máximo acidentes de viação ou até mesmo proporcional ao pedestre uma marrada num candeeiro de rua. Pronto! No máximo dos máximos um torcicolo!

Já numa bunda de perímetro superior ao metro é uma overdose de informação para o cérebro masculino e não há coração que aguente. Não tenham dúvidas que AVC’s e sincopes cardíacas devem-se ao mau uso da minissaia e não há nada que nos proteja. Um gajo vai muito bem na rua e ao virar da esquina.... pumba..... dá de caras com a mulher do boneco da Michelin de minissaia. Cai logo fulminado para o lado.

A minissaia foi a pior invenção do Homem. Isto se excluirmos a película aderente, é claro.

A minissaia surgiu em França, por uma ousadia da estilista inglesa Mary Quant. Desde então, a minissaia popularizou-se e virou um dos símbolos da emancipação feminina. Isto na teoria é claro. Olha.... olha.... emancipação feminina. Alguém sabe o que é isso?

O mal da minissaia é que foi inventada por uma mulher para as mulheres. Pior!!!! Para todas as mulheres!!!! E esse é que é grande mal. A minissaia devia ter sido desenvolvida por um Engenheiro. Podia até ter sido o Engenheiro Sócrates. O seu Bicharelato do ISEC era mais do que suficiente para essa missão.

A minissaia devia ter sido alvo de rigorosos cálculos de engenharia e sujeita a apertado dimensionamento. No fim da operação ainda se devia adicionar aquilo a que os Engenheiros chamam coeficiente de cagaço.

O fecho da minissaia devia ser calculado de tal maneira que mantivesse as relações correctas do corpo da mulher. Numa mulher com dimensões 86-60-86 a minissaia escorregaria que nem uma luva.

Já no caso das dimensões cada vez mais comuns de 120-80-30 ela ficaria irremediavelmente pelos joelhos e dai recusar-se-ia a passar. No fundo a minissaia seria uma espécie de calibre passa/não passa do corpo feminino.

Já não vou ao ponto de pedir para a minissaia ser projectada pela mesma equipa de Engenheiros que projectou o túnel do Marquês em Lisboa. É que se fossem eles os inventores a minissaia só serviria a bulímicas e anoréxicas, mas que deviam reestruturar a coisa, lá isso deviam!

Para o bem do planeta, um novo tratado de Quioto. Que se lixe a poluição. Abaixo mas é à minissaia.

O único povo que não passa por este flagelo da humanidade é o povo Angolano. É que segundo a Wikipédia, minissaia em Angola significa cerveja em copo pequeno. São as nossas mínis e que se saiba uma míni fresquinha nunca fez mal a ninguém, nem mesmo quando acompanhada por uma sandes de coirato.

publicado por Manel dos Anzois às 17:02
link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
 O que é? |
Quinta-feira, 5 de Abril de 2007

BOA PÁSCOA

127866634_84a2d7aad8

Ai... ai.... o fim-de-semana já está ai à porta e eu ainda não recuperei do fim-de-semana passado. Ainda por cima este é de quatro dias.... só de pensar nisso fico já cansado. Tenho andado estes dias a tentar reconstruir o que se passou no sábado à noite, mas tem sido muito difícil. Continuo ligeiramente amnésico.

A culpa disso é do meu amigo Cunha do Tapas Bar que me presenteou a mim e ao grupo com que eu estava com muita simpatia, boa música e com duas rodadas de shots. Aquilo deu cabo de mim. O meu fígado só está habituado ao Vat 69 e tudo que fuja disso é um problema. Já me embebedei com um único bombom Mon Cherry por causa do licor de ginja.

Consigo lembrar-me que sai com a minha querida mulher. É verdade. É uma coisa rara mas se bem se lembram eu tinha dito que no fim-de-semana tinha que tirar a limpo se aquela vagina real era ou não parecida com uma verdadeira crica.

A minha primeira ideia para solucionar isso foi ir até ao Cats mas depois o meu amigo Malaquias avisou-me que aquilo estava fechado, ao que parece há uns bons meses. Ainda me passou pela cabeça ir ter com a única quenga cá da terra que eu conheço, a Macaca, mas depois pensei melhor e mudei de ideias. Não que ela não tenha muitos e belos atributos. Simplesmente não faz o meu género. Nunca gostei de mulheres com bigode.

Assim sendo a única solução era convencer a senhora Cu a cumprir com as suas obrigações. Tive que puxar muito pela memória para me lembrar como é que eu antigamente conseguia convence-la. Como já passaram muitos anos não me consegui lembrar e telefonei ao meu amigo Isaías que me aconselhou a leva-la a jantar fora e embebedá-la.

Assim fiz. Marquei mesa para o Pica Pica do meu querido amigo Nelito. Aconselho a visita e recomendo o porco preto e o leitãozinho frito. No fim de bem jantado fui logo presenteado com dois belos whiskies.

Depois seguiu-se a procissão pela via-sacra. Tapas Bar, Zeitgeist, novamente Tapas Bar. Daqui para a frente a memória já está toldada mas se bem me lembro foi Rolls Bar e por fim Bergantim.

Não sei se foi por já estar a ver a dobrar mas tenho a ideia que estava demasiadamente cheio. Se bem me lembro demorei imenso tempo para atravessar a pista a fim de ir pedir ao Dj Óscar para passar a faixa do Borat que ele costuma passar.

O que se passou a seguir é a parte da noite de que me lembro melhor. Nunca cheguei a pedir a música pois quando estava quase a chegar à cabine do Dj sou violentamente atacado por uma bela loira que me começou a mexer no cabelo.

Mexe para trás, mexe de lado, mexe para cima. Eu já estava com o ego inchado com tanta festa. Ela devia estar possuída pelo demo que não me largava. Eu estava tão extasiado que só me lembrei da minha querida mulher quando olhei para o lado e a vi com um olhar gélido dizer-me adeus e virar as costas.

Abandonei a loira sem ter sequer tempo para lhe perguntar o nome e corri atrás da minha cara-metade. De imediato um pensamento me veio à cabeça "Pronto. Estou safo. Aliás, não só estou safo como ainda vou ter do melhor sexo. O sexo de fazer as pazes".

Foi com esse pensamento que voei até casa. Mal entramos eu disparei "Anda amor. Vamos para a cama fazer as pazes."

Surpreendentemente a resposta foi "Fazer as pazes? Mas eu não estou chateada contigo!"

Comecei logo a gaguejar. "Mas.... mas.... mas..... Não estás? Então? Então? E a loura a atirar-se a mim????? Não me largava o cabelo? Só cafuné!!!!".

"Ah.... ah.... ah.... és mesmo estúpido! Pensavas que a rapariga se estava a atirar a ti? És mesmo cavalgadura. Não vez que era a festa dos penteados e estavam lá as cabeleireiras do Salão Corinne!!! Vai mas é ver como é que tens o cabelo. Estás lindo estás!", disse ela.

Corri para a casa de banho. Era verdade. Para além de ter o cabelo todo azul estava com um penteado que mais parecia um porco-espinho. Demorei uma eternidade a domesticar o cabelo de volta ao meu querido risco ao meio.

Quando fui para a cama já a patroa ressonava ao mesmo tempo que se babava para a almofada.

Foi uma noite para esquecer. Não só mantive a dúvida que tinha em relação à xoxota real como ainda desembolsei 60 euros com a noitada. E para quê? Para nada!!!!

Merda para as dicas do Isaías. Devia era ter ido ter com a Macaca!

publicado por Manel dos Anzois às 16:55
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito
 O que é? |
Quarta-feira, 4 de Abril de 2007

ANOS 50....

20060823_lata_sardinha

Ontem chego a casa, cheio de boa vontade, já com as ideias alinhavadas para acabar o texto sobre a mini-saia. Desço ao escritório, que por coincidência também é a garagem ..... e o canto das brincadeiras dos putos.... e a minha biblioteca.... e a minha sala de fumos..... e a sala de cinema para maiores de 20 anos...... e...... enfim, basicamente é onde eu moro. Na cave! O resto da casa é propriedade da senhora Cu.

Entro então na garagem e sou surpreendido por um irritante barulho "griiiii ... griiiiii.... griiiiii....". Pensei logo "Olha, mais algum animaleijo que se introduziu aqui. Já lhe conto uma história". Aticei o puto ao som de "busca.... busca.... busca!!!!!" e larguei-o. Lá andou ele a gatinhar sempre no encalço do bicho só que teimava sempre por se encaminhar para o meu PC.

Eu ia sempre busca-lo e dava-lhe uma valente reprimenda, "Não! Não! Busca! Busca!", até que ele se deve ter farto e pela primeira vez em 14 meses disse algumas palavras "Epá! Não vez que a merda do barulho é do teu PC!!!!!".

De facto, o raio do puto tinha razão. O barulho vinha do PC, mais propriamente do disco externo da HP que eu adquiri há pouco mais de um mês no E-Bay. É certo que o test-drive ao disco tem sido duro já que eu nunca desligo o PC, mas por amor de Bill Gates. Um mês!!!!!

Fiquei logo fod.... ahhhhh ........deprimido. Ainda por cima, quando dá jeito ter um martelo mesmo à mão ele nunca aparece "Mas onde é que pára o martelo, que eu arranjo já a porra do disco! ", gritei eu durante mais de uma hora.

Com todos estes percalços o texto sobre a mini-saia ficou na "gaveta" e o jantar ficou para mais tarde, pois só quando a senhora Cu começou a reclamar que tinha fome é que eu o fui fazer. Fiz um dos meus pratos preferidos. Abri uma lata de sardinhas que comemos regaladinhos com uma carcaça já com pelo menos três dias.

Eu estava chateado, desiludido, aborrecido e deprimido com a história do PC, mas fiquei muito pior depois do jantar.

Não, não eram as sardinhas que estavam fora do prazo. É que comecei a ver o programa "Portugal, um retrato social" do António Barreto.

O programa começa logo com a seguinte frase «Nos anos 50 Portugal era um país muito atrasado. Os portugueses eram pobres.....».

Não aguentei mais. Desliguei a televisão e fui para a cama. Nem sequer arrumei a cozinha. É muito triste viver nos anos 50.....

Porque é que eu não nasci 60 anos mais tarde, já em pleno século XXI ????. Olhem, por exemplo em 2007, onde tudo deve ser diferente..... já devemos ser um país desenvolvido e de certeza um povo rico.....

publicado por Manel dos Anzois às 17:06
link do post | comentar | favorito
 O que é? |
Segunda-feira, 2 de Abril de 2007

PÉROLA

Sendo eu um comprador compulsivo quando não estou a trabalhar ou nos copos estou garantidamente num supermercado. De todos os supermercados aqui da paróquia o de minha predilecção é o Pingo-Doce.

Uma das razões é a cor predominante. O verde. Mas também pelo branco, pelo tinto e até mesmo pelo rosê. Outra razão, não menos importante, é o quadro dos classificados que existe cá fora na entrada.

Não que eu ande interessado em comprar ou vender ou sequer alugar alguma coisa, mas esse dito placar é muito útil enquanto estou à espera que a patroa pague as compras. Enquanto ela está na fila para efectuar o pagamento eu venho até cá fora e aproveito para ler um bocadinho.

Foi assim que na semana passada encontrei uma autêntica pérola lá plantada. Pensei logo "tenho que arranjar isto para mostrar tal obra de arte ao resto do mundo".

Andei a semana toda a congeminar o plano. Vi filmes e mais filmes sobre assaltos até que arranjei a técnica ideal. Foi assim que ontem, armado em Jack Bauer, cinco minutos antes do supermercado fechar, eu e o resto da familia executamos o ataque.

A senhora Cu ficou com a missão de condutora, cá fora, com o carro ao relantim pronto para arrancar a qualquer momento. Eu entrei com os putos e para criar uma manobra de diversão deixei-os sozinhos no corredor dos brinquedos.

Trinta segundos depois o pânico estava instalado. Enquanto empregados e securitas corriam em direcção ao alarido eu aproveitei e gamei a pérola. Corri dali para fora o mais rápido que pude e arrancamos num ápice.

Só demos por falta dos putos hoje ao fim da tarde, por isso é que só agora é que estou aqui para expor esta joia ao resto do mundo.

Estão preparados? Estão? Sentadinhos? Aqui vai…..



pingo doce

Sendo eu um gajo muito vivido não resisto a dar um conselho ao senhor Homedivorciado. Meu amigo, já que está a pedir, peça como deve ser. Uma divorciada viva??

Não tenho nada contra mas olhe que se for uma morta, seja ela divorciada ou casada de certeza que lhe chateia menos a cabeça…... e garantidamente terá muito, mas muito mais sexo!

publicado por Manel dos Anzois às 20:16
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
 O que é? |
Domingo, 1 de Abril de 2007

1º DE ABRIL - DIA DA MENTIRA

pinoquio

Finalmente o Primeiro-ministro Engen...... ahhhhhh..... O Primeiro-ministro fez declarações em exclusivo aqui ao Cu do Mundo.

«Sou Enginhero sim senhor! Quem é que disse que só tenho o Bicharelato? Cambada de aldrabões.... é uma calúnia. Isto é uma cabala!!!! Qualquer dia também vão andar para ai a dizer que o Miguel de Almeida nem sequer é Doutor. Realmente...... faz cá muita falta outro Salazar. O povo bem que tem razão.....»

publicado por Manel dos Anzois às 20:18
link do post | comentar | favorito
 O que é? |

mais sobre mim

Cheirem-me o Cu

Com Lubrificante Please

Queres mesmo saber?

arquivos

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Bufas recentes

RIP CU(RL) - 2005-2012

BEST CUZINHO - #2

4 OUTUBRO - DIA MUNDIAL D...

BEST CUZINHO - #1

ANDA TUDO DOIDO.....

SPEEDO GONZALEZ

COPY PASTE

ENRA BAR - SHOT'S A 25 TO...

11 ANOS DE 11 DE SETEMBRO

JOGOS PARALÍMPICOS LONDRE...

Promoções 2 em 1

NUMERO ANÓNIMO

VERÃO

DESTINOS DE FÉRIAS NA SUA...

PINGO DOCE vs TATTOO ANAL

CHUPA QUE É CANA DOCE!

JE SUIS COME SI COME ÇA M...

TABACO MENTOLADO, COISA D...

POR MIM PODES FICAR SEMPR...

SALGUEIRAL

IDOLOS 2012

RECORDAR É VIVER....

SEM CUMENTÁRIOS

ORGULHO FIGUEIRENSE

ARTE

ANATOMIA DE GREY

CONA

SÓCRATES

XUXA

CHAMINÉS

Best Of Cu

DOMINGOS..............

FARMÁCIAS

COMPRAS

ESTÁ QUASE...

VAMOS À LA PLAYA OH OH OH...

O BARBEIRO

LICENÇA DE PATERNIDADE - ...

LICENÇA DE PATERNIDADE - ...

SANITÁRIOS...

2º ASSALTO: O CU DO MUNDO...

links

pesquisar

 

últ. comentários

Já foi bom, agora nem dado
Marisco congelado? acredito que as percebes sejam ...
Fui lá uma vez e fiquei tão de pé atras.. Para que...
o criador deste blog e um anormal de primeira
Eu não sou camionista, mas evitar convivência diár...
Cona boa!
Q vontade de lhe *spetar a minha p*ça de 25...
Quanto maior o canal da uretra (e do pênis ) maior...
O meu famoso ROOMBA caiu-me um dia das mãos... Con...
E assim o último pingo nunca será mais da cueca. E...
A ideia de ganhar dinheiro sem ter muito trabalho ...
Descobri o blog hoje, e já era finado, paciência. ...
è uma pena ..logo que por acaso encontrei o blog.....
Excelente. Já pensou acompanhar mais pessoas aos H...
Roomba y Neato Portugal - www.sinwestportugal.com
eu vou deitar esse site abaixo para nunca mais um ...
José Mourinho, impávido e sereno em "Chiambretti n...
culés, culerdos e caganers....?
Para quem perceber e gostar um pouco de eletrónica...
Merda pá ....ok...e.....está bem eu espero....n te...

Novembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


tags

todas as tags

Top 10 visitantes

ul { list-style:none; margin:0px; padding:0px; } li { background-color: #EFF7FF; margin:3px 0px; padding:0px; width:200px; height:56px; float:left; } img { border: 0px; } li img { margin:0px auto; padding:2px; border:solid 1px #aaaaaa; width: 50px; height: 50px; } li span.note { font-size:0.8em; } li p { margin:0; } textarea { display:inline; width:136px; height:35px; margin:0; float:left; } input { display:block; clear:left; }
]]>

Bufas mais comentadas

36 comentários
32 comentários
27 comentários
26 comentários
21 comentários
20 comentários
19 comentários
19 comentários
19 comentários
18 comentários
18 comentários
18 comentários
18 comentários
17 comentários
17 comentários
17 comentários
17 comentários
17 comentários
17 comentários
17 comentários
16 comentários
16 comentários
16 comentários
16 comentários
16 comentários

Quantos são? Quantos são?

blogs SAPO

Linkamos

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!