Terça-feira, 9 de Novembro de 2010

SORRISOS À BEIRA MAR

 

Hoje começamos o dia a repescar um post já antigo, que data mais precisamente de Janeiro de 2007. Preguiça? Não! Mas explico depois.

 

Não haja dúvida. As coisas quando acontecem sem serem planeadas têm outro sabor. Olhem o exemplo do sexo. Sabe bem melhor quando um gajo não está à espera.... bem.... pensando bem..... sabe sempre bem, por isso vou dar outro exemplo.

Férias. Férias sem serem programadas são sempre muito melhores. Uma pessoa partir à aventura, sem poiso certo..... eu já fiz e é bem bom. Ahhhh, afinal não fiz, mas pronto, uma surpresa é sempre bom.

E foi assim, para minha surpresa que passei o melhor fim-de-semana da minha vida. Sábado de manhã, sem estar minimamente a contar e preparado para isso eis que ganhei um prémio numa Broncopneumonia que comprei para o Júnior e tive direito a passar o fim-de-semana hospedado no famoso e belo hotel que há ali na Gala. Esse mesmo que estão a pensar, o Hospital.

A pedido do Júnior, ficámos instalados na ala Pediátrica. Embora a piscina interior esteja fechada a estadia não foi má. Pelo menos a sauna funciona o dia todo e em qualquer lado. Um gajo passa a porta de entrada e o choque térmico é pelo menos 10 vezes superior ao choque tecnológico do nosso querido Sócrates. Pelo preço não podíamos pedir mais.

Se nos alhearmos das rachadelas nas paredes, das pinturas rupestres, de que o W.C. não tem bidé para que a senhora Cu faça o seu ritual nocturno de banho Checo, de que as mesas onde os adultos comem são as mesmas mesas de brincar das crianças, tornando o acto de degustação do belo manjar hospitalar uma espécie de cagar de cócoras e se nos abstrairmos de que para dormir à noite existe uma poltrona individual reclinável, tudo o resto até que nem é mau. No fundo tudo depende do nosso poder de abstracção.

Como única opção há o regime de meia pensão completa. Não conhecem este regime????? Ó meus amigos, têm andado arredados destes meandros. O regime de meia pensão completa consiste em pequeno-almoço, almoço e jantar, mas só para um dos pais, o que me obrigou a mim a ir comer umas pataniscas a uma tasca ali ao lado. Fiquei lixado. Eu que queria tanto provar o faisão em cama de legumes confeccionado pelo cozinheiro ao serviço do hospital, um tal de Steve, já premiado com 4 estrelas Michelin mas que caiu em desgraça quando foi apanhado em grande orgia com uns gansos que ia cozinhar para a boda de Natal.

Falta-me falar no serviço. O serviço é que é verdadeiramente importante em hotelaria. Já fiquei num hotel de 4 estrelas em que a cama tinha pintelhos e eu ainda lá não tinha dormido e já fiquei em hospedarias que estavam a cair de velhas mas em que tudo cheirava a lavado.

Aqui tenho que admitir. O serviço é muito bom, principalmente por parte do pessoal menor, ou seja, as enfermeiras. Gostei muito das enfermeiras............ Do seu trabalho..................................... Da atenção dedicada ao Júnior............ Das fardas............... e das fardas....... e também das fardas...... e das sandálias ortopédicas........e e e e das batas......... ahhhhhh, foi com muito pesar que hoje tive que abandonar a senhora Cu e o Júnior para vir trabalhar, deixando-os sós a usufruírem daquelas regalias todas....

Não sei quando é que o Júnior decide voltar para casa, mas uma coisa é certa, quando o fizer vai ser a vez de ficar a senhora Cu internada a curar uma espondilose nas costas provocada pelo cadeirão onde tem andado a dormir.

Enfim.... mas o que agora me preocupa é que vou andar umas noites a dormir sozinho e isso faz-me um mal terrível à circulação.... dá-me cabo da artrose..... e dos bicos..... de papagaio, por isso, se alguém se quiser oferecer para me vir aquecer os pés, faça o favor de me contactar....

P.S. – Como não consigo falar a sério, este texto mais não é do que o meu agradecimento a todo o pessoal do serviço de pediatria do Hospital Distrital da Figueira da Foz, pela sua simpatia, paciência e competência. E quando digo todo o pessoal é mesmo todo, incluindo os dois peixitos que estão naquele gigantesco aquário na sala dos brinquedos. Sim! Dois peixes, porque o terceiro que está lá no fundo de papo para o ar a fingir que dorme não conta!!!!!

 

 Agora a explicação.

 

Felizmente não voltei a necessitar dos serviços de pediatria, mas apostava, cortava-os rente até, em como as condições se mantêm. Por isso foi com alegria que fiquei a saber que a ala de pediatria do Hospital da Figueira da Foz está no concurso "Missão Sorrisos do Continente".

 

O projecto a concurso é o seguinte:

 

SORRISOS À BEIRA-MAR

O Serviço de Pediatria do Hospital Distrital da Figueira da Foz serve a população de todo o concelho da Figueira da Foz e parcialmente, dos concelhos de Montemor-o-Velho, Soure, Cantanhede, Mira e Pombal, com cerca de 216000 habitantes.

Objectivo:
Promover a humanização durante o tempo de permanência no hospital das crianças, adolescentes e pais. Melhorar as condições de conforto para as crianças, adolescentes e pais.

Descrição:
O Serviço de Pediatria do Hospital Distrital da Figueira da Foz atende crianças dos 0 aos 15 anos e possui 1 unidade de Neonatologia onde recebe recémnascidos prematuros da área de influência transferidos das Maternidades. Interna anualmente cerca de 600 crianças/adolescentes do foro médico e cirúrgico, trata por ano cerca de 100 crianças/adolescentes em regime de cirurgia de ambulatório e outros tantos em regime hospital dia com cerca de 530 sessões. Todas as crianças e adolescentes podem ser acompanhadas por um dos pais ou seu substituto nas 24 horas. O conforto, privacidade e humanização são factores fundamentais na assistência às crianças. O nosso Serviço carece de melhorias a fim de oferecer condições adequadas às crianças e adolescentes que a ele recorrem. Sorria connosco e faça sorrir as nossas crianças. Vote no nosso projecto!

 

 

Basta clicarem no texto de cima e abre um link para votarem. Vá, imaginem que estão a votar para correr com o Sócrates do governo! Isso, vá... aiiii... não parem.... mais.... vai... com força... vá... mais uma vez...... porra.... já estou a divagar!

 

.


publicado por Manel dos Anzois às 10:30
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
 O que é? |
Quarta-feira, 20 de Outubro de 2010

HDFF

 

 

 

Sempre gostei daquelas festas em que se usa uma pulseirinha de papel no braço. Acho fashion. Só se vê disso em festas In. É uma coisa mesmo Jet7.

 

A última desse tipo em que estive foi na Noite Branca no Complexo das Piscinas, aqui na Figueira da Foz.

 

Hoje bateu-me a saudade e decidi ir ao único sitio onde podia usar uma pulseira dessas sem ter que gastar dinheiro, afinal de contas estamos em crise. Fui ao Hospital!

 

Foi uma medida extrema, é certo. Aos 41 anos nunca tinha ido às urgências do HDFF sem ser a acompanhar alguém. Cheguei às 8.40H depois de três dias de dores no peito que se agravaram durante a noite e me mantiveram acordado desde as 5 da manhã.

 

Não fui mais cedo ao hospital por duas razões. Primeiro porque gosto de me autodiagnosticar, é o que faz ser fã do Dr. House. Segundo porque tinha medo de dar de trombas com a Ema.

 

O meu primeiro diagnóstico foi logo no Domingo: “ontem fumaste demais, meu granda cabrão!”. Tratamento: parei de fumar.

 

Como na segunda-feira a coisa se manteve diagnostiquei stress. Coisa fina... de puta mesmo. Tratamento: Chazinho calmante....

 

Na terça-feira, como a coisa teimava em se manter diagnostiquei dor muscular. Automediquei-me com Adalgur e Brufen! Pumba! Hoje desisti e fui ao hospital, onde constatei várias coisas.

 

Primeiro que as enfermeiras continuam muito vestidas, depois que o pessoal que lá trabalha precisa de renovar o stock de crocks que estão muito encardidas e por último que devíamos poder escolher ser atendidos por um médico ou por uma médica. Como não podemos, calhou-me infelizmente uma médica! E nem digo infelizmente por ela já ser de meia idade. Não! Não que em tempo de guerra não se limpam armas! Passo a explicar.

 

Tal como já referi cheguei às 8.40H. Cinco minutos depois estava a fazer a triagem onde me deram então a saudosa pulseira. Amarelinha! Mais cinco minutos e a médica chamou-me.

 

Seguiu-se recolha de sangue onde pude comprovar que ainda tenho sangue encarnado. Depois foi a melhor parte da manhã. Um electrocardiograma. Quase fui ao céu quando a enfermeira me colocou as ventosas nas mamas! Seguiu-se então o Raio-X.

 

Diagnostico final. Dor muscular. Recomendado melhor postura no sofá e relaxantes musculares enquanto a dor persistir.

 

Ora, era aqui que eu queria um médico. Se me tivesse calhado por exemplo o Dr. Zé Mário eu tinha-lhe pedido para me diagnosticar testiculoide sobrelotada. Com tratamento imediato.... e intensivo..... 

 

.

 


publicado por Manel dos Anzois às 14:00
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
 O que é? |
Terça-feira, 27 de Julho de 2010

VESÍCULA

 

Há coisas muito estranhas que se passam aqui neste blogue. Depois de anunciar que estava de férias seria normal o número de visitas diminuir tal como aconteceu, mas anormalmente hoje o número de páginas vistas neste blogue ascendeu às 1324 e ainda não chegamos ao fim do dia. Só posso concluir que anda alguém a mexer-me nas entranhas!

 

Por falar em mexer-me nas entranhas, hoje voltei a mandar a senhora Cu para aquela estância de férias, com regime de tudo incluído, do lado de lá da ponte. O Hospital Distrital da Figueira da Foz. Depois de já aqui ter contado a sua última experiência de pança aberta agora algo me diz que novos relatos vão surgir.

 

Eu contava durante as férias não colocar aqui uma única letra neste pasquim digital, mas se há sítio que me inspira é o hospital. Normalmente basta-me sentar numa cadeira e fingir que durmo enquanto fico a ouvir as conversas alheias mas desta vez a coisa chegou ao requinte de malvadez de começar ainda no parque de estacionamento a ouvir este dialogo.

 

- Estava em lista de espera e depois chamaram-me para Ovar!

 

- Chamaram-na para obrar????

 

Fui logo a correr ao carro buscar  o meu caderninho de apontamentos!

 

Desta vez a senhora Cu vai tirar a vesícula. É uma mania dela! Coloca-se em cima da balança e ao ver que está com excesso de peso em vez de partir para uma lipo-aspiração decide antes retirar um órgão que não seja vital. Diz que é mais barato. Ora, com esta filosofia de vida imagino que ainda lá volte umas quantas vezes, afinal ainda pode tirar um rim, o útero, cinquenta metros de intestino e o coração!

 

Neste novo internamento aconteceram coincidências macabras. Por exemplo, ficou novamente hospedada na cama 21 de cirurgia e só relato aqui o número verídico da cama porque sei que tenho trabalhadores daquela chafarica que são meus leitores e podem assim lá ir pedir-lhe um autografo. É que ela é óptima a imitar a minha assinatura, principalmente em papel higiénico.

 

Outra coincidência é que ao contrário das minhas preces que apontavam para colegas de camarata todas com idades compreendidas entre os 20 e os 25 anos a passearem-se em babydolls semi translucidos voltou a calhar num departamento de velhas caquéticas a passearem-se de arrastadeira!

 

Não me obriguem assim a fazer visitas superiores a cinco minutos. Até porque as enfermeiras continuam a andar demasiadamente vestidas, mesmo com este calor abrasador!!!!

 

.

tags:

publicado por Manel dos Anzois às 20:24
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
 O que é? |
Sexta-feira, 18 de Dezembro de 2009

CONSULTA ACOMPANHAMENTO

 

Um mês após ter sido amanhada de alto a baixo, como quem arranja uma Dourada, foi ontem a consulta de acompanhamento pós operatório da senhora Cu.

 

Na noite anterior:

 

Sra Cu: Podias vir comigo à consulta!

 

Eu: Não posso, já não tenho dias de férias para tirar.

 

Sra Cu: Anda lá...... são só umas horas....

 

Eu: Não posso, estou com muito trabalho!

 

Sra Cu: Anda lá.....

 

Eu: É melhor não. Aquilo é só doenças, ainda apanho alguma coisa e trago cá para casa....

 

Sra Cu: Anda lá....

 

Eu: Porra. Já disse que não e não se fala mais nisso!

 

Ontem à noite, após a consulta com a Dra. House.

 

Eu: Então? O que disse a médica?

 

Sra Cu: Que está tudo a correr normalmente....

 

Eu: ....... só disse isso?

 

Sra Cu: Disse para começar a fazer umas caminhadas.

 

Eu: ....... só???? Mais nada?

 

Sra Cu: Disse para começar a fazer uma vida normal.

 

Eu: Já podes começar a trabalhar?

 

Sra Cu: Sim, quando acabar a baixa começo.

 

Eu: E coiso e tal?

 

Sra Cu: Isso não sei. esqueci-me de perguntar.....

 

Afinal devia ter ido com ela à consulta..... esqueceu-se de perguntar a única coisa que realmente interessa!

 

.

 

 

tags:

publicado por Manel dos Anzois às 11:32
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
 O que é? |
Quarta-feira, 25 de Novembro de 2009

ALTA

 

 

Ontem a meio da tarde recebo o seguinte SMS:

 

- Yeeeeessssssss. Logo à noite big party. Já me deram alta. Vem buscar-me. Já!!!!!!

 

Meti-me no Cumobile e fiz o caminho trabalho hospital em tempo recorde. Pelo caminho só conseguia pensar: "Big party.... tumba à canzana..... big party...... tufa..... contra a parede..... big party..... pimba, contra o tecto....". Quando cheguei ao hospital pensei que tinha que pedir gelo para por no meio das pernas..... quase nem conseguia andar.

 

Chega a noite e assim que eu faço aquela dança estúpida dos pombos para me insinuar ela olha para mim e com o maior dos desplantes diz:

 

- "És parvo ou quê? Ainda estou aqui toda rota, cheia de agrafos e dores e tu já só pensas nisso? Bem podes esperar sentado para não te cansares!!!!".

 

- "Mas.... mas..... afinal de contas, se não estás toda funcional para que é que te mandaram para casa???? Afinal de contas o que te disse o médico que te deu alta????", perguntei eu.

 

- "Olha, disse-me: - vá, vou-lhe dar alta. Vá para casa. Agora é que o seu marido vai ter muito que escrever.....".

 

Conclusão: Deram-lhe alta porque já estavam fartos das minhas histórias sobre o hospital.

 

Olhem, obrigadinho! Hão-de ter muitos amigos..... assim com esse feitio!

 

.


publicado por Manel dos Anzois às 17:45
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito
 O que é? |
Sábado, 21 de Novembro de 2009

PROBLEMAS DE IDENTIDADE

 

Acabei de ser informado que no bloco de cirurgia do Hospital Distrital da Figueira da Foz, local onde a senhora Cu está a passar umas férias, já toda a gente sabe a minha identidade.

 

Não, não foi a senhora Cu que se bufou. Aliás, isso queria ela! Acontece que um dos cirurgiões, em vez de passar o tempo na internet a descobrir novas tendências de costuras, não! Lê estes disparates que aqui se dizem! Ainda por cima como sabe somar dois mais dois, pumba, descobriu tudo.

 

Fiquei preocupado com este facto, pois fiquei. Primeiro, porque isto só quer dizer que a senhora Cu foi a única internada com direito a ter uma chaminé no pacote e isso provocou por certo inveja nas restantes pacientes.

 

Segundo, fica seriamente comprometida a minha segurança se algum dia calha ser eu o sortudo de usufruir de um dos sommier metálicos daquelas instalações.

 

Lá vão os gajos cortar-me a ligação directa que tenho do cérebro ao ânus!

 

Mas isto é o que ainda me preocupa menos. É que foram logo enfiar no cu da minha senhora (nunca esta expressão foi tão bem aplicada....) que eu andava aqui a contar todos os pormenores íntimos e escabrosos por que ela está a passar.

 

Assim sendo, o meu bem estar está por dias, dependendo de quando lhe derem alta.

 

Cheira-me que sai ela e entro eu!

 

.


publicado por Manel dos Anzois às 13:13
link do post | comentar | ver comentários (10) | favorito
 O que é? |
Sexta-feira, 20 de Novembro de 2009

ESCUTAS - #2

 

Novo SMS:

 
- “Procura ai na net como cozinhar farelos para cagar”.
 

- “Avisa aí a enfermeira que se esqueceu da tua medicação para a cabeça.”

 

.

 


publicado por Manel dos Anzois às 11:49
link do post | comentar | favorito
 O que é? |

ESCUTAS

 

 

Agora vou falar de escutas. Não percebo nada de escutas, afinal de contas nunca fui escuteiro. Eu até quis ser, mas o facto de ser uma corporação muito ligada à igreja afugentou-me.
 
Como tal, não tenho a certeza, mas suponho que sim, que seja ainda mais fácil “escutar” uma SMS do que uma conversa telefónica.
 
Posso assim afirmar que se eu estiver sob escuta, há algures neste pais alguém a divertir-se muito.
 
Piiiiiiii (sinal de mensagem do meu telemóvel).
 
Vou ver o que se passa:
 
-“ Como se não me bastasse mais nada agora enfiaram-me um tubo no traseiro para ajudar a libertar os gases...”.
 
-“Olha, vê se te adaptas a isso. Afinal de contas algum dia vais voltar para casa e eu sempre posso ganhar alguma coisa com isto tudo...”.
 

-“E se fosses levar no...”.

 

.

 


publicado por Manel dos Anzois às 10:54
link do post | comentar | favorito
 O que é? |
Quarta-feira, 18 de Novembro de 2009

PARE ESCUTE E OLHE

 

 

Duas horas no hospital à espera para tirar um gesso em trinta segundos e foi o suficiente para me aperceber de uma coisa. Aquilo não é um serviço de saúde. É um ATL para a 3ª idade!!!

 

Um gajo encosta a cabeça, fecha os olhos e põe os ouvidos à escuta:

 

- Então Alzira? Por aqui?

 

- Venho ao doutouri que doi-me tuuuuudo..... a dori cumeça aqui e apanha-me isto tudo...

 

- Eu vou ser operado a uns pólipos.... e não vejo nada por causa das cascatas....

 

- Estou cheia de rumatismo....

 

- Também me doem as cruzes....

 

Como eles se divertem. Aquilo é que é um dia bem passado!

 

.

tags:

publicado por Manel dos Anzois às 15:33
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
 O que é? |

RICO DIA DE FÉRIAS

 

Tenho de reconhecer que como todos os portugueses detesto as segundas-feiras de maneira que quando vi que a consulta hospitalar para remoção do gesso da Bundinha era a uma segunda-feira disse logo: "primeiros, primeiros, primeiros!!!! Eu vou lá com ela!!!".

 

O plano estava bem estudado. Tirava o dia de férias, levava os putos à escola e até às 10.30 preparava o almoço, que é como quem diz, passava pela secção de congelados do Jumbo e dava uma arrumação superficial na casa para não ter que ouvir a senhora Cu dizer: "o dia todo em casa a ainda nem as cuecas apanhaste do chão!!!". Ia à consulta ao hospital às 11, depois deixava a cachopa novamente na escola até às 5, hora a que acabam as aulas e essas horas de sossego já estavam bem delineadas.

 

Já me conseguia imaginar. Comando do DVD numa mão, comando da televisão na outra..... espera, assim fico sem mão vaga para coçar o escroto. Então tinha de ser, ligar a televisão, pousar o comando, arrancar com a maratona de Fringe, pousar o comando, mão direita na dita, mão esquerda na míni e taça de amendoins torrados com mel mesmo ali ao lado. Ahhhhhh, que maravilha!!!!

 

Claro que como sou um gajo azarado até mais não tinham que me estragar os planos. Quem? A senhora Cu, é claro.

 

Quando eu no Domingo, a muito custo levantei o cu da cama já passava da uma e chego à sala ouvi logo: "estou cheia de dores de estômago Não dormi nada, se calhar tens de me levar ao hospital....". Desconfiei que já tinha a frederica lixada. Lá lhe fiz a vontade e às 15.30 deixei-a no hospital para mais uma observação. Tenho aqui que dizer que desde Setembro de 2008 já perdi a conta à quantidade de vezes que a levei ao hospital sempre com os mesmos sintomas. Fortes dores abdominais! Diagnostico: Obstipação e gases, tendo tido direito a internamento por 3 vezes.

 

Assim já se tornou de tal maneira algo frequente que já nem os miúdos estranham. Quando às 8 da noite recebi a mensagem de que ia ficar internada para observação pensei logo: "pronto. Já tou fodido. Vou passar o dia de amanhã em viagens entre a escola e o hospital". Assim foi.

 

 

11 da manhã de segunda-feira, lá estava eu à espera de ser chamado para a consulta de ortopedia da Bundinha, a ocupar o tempo a apontar ideias no caderninho que sempre me acompanha. Anoto até este pequeno post:

 

"Se eu soubesse que os diagnósticos eram sempre obstipação e gases tinha ido para medicina. Afinal de contas falar de bufas é comigo".

 

Estou nestas divagações quando recebo um SMS: "vou ser operada". De caneta em punho ainda consigo apontar no caderninho: "tirar um traque de saca-rolhas...".

 

Segue-se a seguinte troca de mensagens.

 

- Operada? A quê?

 

- Não sei. Esqueci-me de perguntar.

 

- Já sei. Uma lobotomia.

 

- Estúpido! Aos intestinos.

 

Quinze meses depois de várias entradas em hospitais, e sim, digo hospitais porque um deles até foi no Hospital São Marcos em Braga, há uma médica que se arma em Dr. House e decide fazer uma cirurgia exploratória, ou seja, basicamente não fazem ponta de um corno de ideia do que a mulher têm mas vão abri-la para ver se descobrem alguma coisa...... quem sabe, um Alien!

 

Antes que haja mais algum mal-entendido em relação ao que eu digo aqui (sim, sou por vezes mal interpretado....), não estou a gozar com a médica. Estou a agradecer sabendo agora que estive a 48 horas de ficar viúvo Obrigado Doutora Raquel. Agradeço em nome do Cuzinho e da Bundinha.

 

Depois de bem amanhada (já estou a ver o próximo subsidio de férias a serem investidos numa nova colecção de fatos de banho) descobriu-se o que nenhum exame, raio-X ou ecografia abdominal desvendou. Uma parte do intestino estava torcida em volta do útero de tal maneira estrangulado que tinha deixado de trabalhar.

 

Moral da história: eu bem tenho razão em dizer que a senhora Cu tem mau feitio. É torcida até mais não! Não só por fora como por dentro!

 

tags:

publicado por Manel dos Anzois às 11:41
link do post | comentar | ver comentários (11) | favorito
 O que é? |
Terça-feira, 27 de Outubro de 2009

AIIIII QUI EU MATUTI!!!!!!!

 

Sabem aquele gajo que no supermercado, quando chega a hora de pagar, encontra a caixa com uma fila menor mas depois quando chega à sua altura acaba o rolo de papel na máquina..... e a empregada é nova e não sabe mudar...... e de repente todos os clientes das outras caixas avançam e o gajo continua ao alto a bufar???? Pois..... sou eu!
 
Sabem aquele gajo que está na fila do multibanco e quando chega a sua vez o bonequito diz “temporariamente indisponível”. Pois.... sou eu!!!!
 
Sabem aquele gajo que está prestes a cumprir as obrigações matrimoniais com a patroa e quando está mesmo à “porta” olha para cima e ela já está a ressonar???? Pois.... pois....
 
Como podem ver sou um gajo cheio de sorte. Por exemplo, quando não tenho assunto para postar nesta chafarica alguém lá de casa trata de se encarregar do assunto. Raramente estou doente, mas se pudesse trocar as horas que passo no hospital por milhas aéreas fartava-me de viajar.
 
Ontem foi a vez da Bundinha. Do facto de ela torcer um pé numa aula de ginástica e nem a professora nem depois a respectiva escola passar cartão nenhum não vou nem falar. Estou antes a pensar em comprar uma arma ao padreco que foi ontem detido e ir lá partir aquela merda toda.
 
Assim calhou-me na rifa sair do trabalho às 6 da tarde.... ou melhor, 6 da noite e ainda ter de me deslocar às urgências hospitalares. Faço a transfusão daqueles 35 quilos de sangue do meu sangue do carro para uma cadeira de rodas e dirijo-me à recepção.
 
A coisa não podia começar melhor. O sistema informático acabara de aterrar e o pânico estava instalado. Quem queria pagar não podia, quem queria dar entrada tinha que esperar que fosse tudo feito manualmente, enfim, só para passar para a sala de espera levei logo com meia hora de aquecimento.
 
Estava agora na fase da triagem. Deu para ver que o pessoal especializado, vulgo médico e enfermeiros estão em braços com uma doença terrível capaz de provocar o fim da humanidade. Uma tal de gripe A.
 
De 5 em 5 minutos a enfermeira entra na sala e pergunta “está aqui alguém com sintomas gripais? Febre? Tosse? Constipado? Sim? Faça o favor de me seguir”. Coitados. Juro que fiquei com pena deles. Sortudos dos outros, com o olho ao pendurão, uma perna partida, um ombro deslocado ou até um traumatismo craniano. Esses talvez sobrevivam.
 
Com isto levei com mais meia hora até ser chamado à triagem. Já devia estar a deitar fumo pelas ventas quando finalmente fomos chamados. A Bundinha, bem treinada por mim, queixa-se de tudo e mais alguma coisa. Finalmente aqui conquistamos um ponto e ao contrário dos outros levamos com pulseira amarela o que nos dá a pole position para entrar.
 
De volta à sala de espera é ver os putos de pulseira verde, que supostamente iam esperar mais, a entrarem. Por esta altura além de já fumegar, o que me estava a dar uma enorme vontade de mamar um cigarro, estava à beira de ter um colapso nervoso. Como se não bastasse a espera, a Bundinha, que ainda tem uma costela de hiperactiva não parava com a cadeira de rodas de um lado para o outro. De cinco em cinco minutos perguntava-me as horas. De três em três se demorava muito e a cada trinta segundos queixava-se com fome. Eu já estava a desesperar e antes que lhe espetasse um moquenco e ainda tivessem que lhe engessar a cabeça levantei-me e fui procurar a enfermeira para saber porque entravam todos menos nós. Resposta: "o ortopedista está a operar. Não sabemos quanto tempo demora".
 
Duas horas depois de ter dado entrada no hospital ali jazia eu. Olhos raiados de sangue e desesperado por um cigarro. Já tinha ido comprar qualquer coisa para a Bundinha e conclui que embora se venda qualquer porcaria que após ser ingerida pode provocar uma síncope cardíaca, não se vendem cigarros. Porquê? Porquê? Porquê? Porquê? Há lá sitio onde eles façam mais falta.
 
São 9.30 da noite. Estamos há mais de 3 horas no hospital. A Bundinha já consegue fazer cavalos com a cadeira de rodas enquanto come um Kinder de chocolate. Eu estava prestes a barricar-me no WC quando finalmente o médico nos chama.
 
Médico: Então rapariga. O que tens tu?
Bundinha: Uma entorse.
Médico: Se já sabes o que tens o que cá vieste fazer? Além disso isto parece-me ser mais do que uma entorse!!! E estás a comer???? Não sabem que num hospital só se come com autorização do médico. Se eu a quiser operar já não posso.
- Eu: Desculpe, mas nós já estamos há mais de 3 horas à espera e a criança estava com fome!!!!
Médico: Não tenho culpa. Estava a operar.
 

"Daqui a bocado estás a levar com uma arrastadeira nos cornos e depois quero ver se tornas a operar", pensei eu. É nestas alturas que tenho pena de não ser cigano!

 

.

 


publicado por Manel dos Anzois às 14:01
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
 O que é? |
Sexta-feira, 7 de Setembro de 2007

CONTRATEMPO NÚMERO 2

estetoscopio

Quando eu no outro dia aqui escrevi sobre o contratempo número um, isso supostamente queria dizer que devia haver pelo menos mais um. Não é que há mesmo!!!! Também já aqui vos falei da minha apetência por urgências hospitalares. Somando tudo o que eu disse agora, temos então o contratempo número 2.

Como seria de esperar, eu não podia perder a oportunidade para testar o sistema médico espanhol. Claro que o dia que o Júnior escolheu para por em prática o que aprendeu com o filme exorcista, esguichando vómito a uma distância de trezentos metros tinha que ser precisamente sábado à noite.

Logo sábado, quando nós nos preparávamos para nos armarmos na família McCann e deixar os putos a dormir no quarto e ir à disco e quem sabe até fazer uma sessão de swing. Pronto.... pronto... estou a exagerar, até porque se houvesse swing eu só me safava se me calhasse o meu cunhado, senão era o mesmo do costume.

Foi assim que sábado à noite, acabadinho de vestir e pronto para sair para o jantar que o Júnior decide entrar para o Guinness e mandar o primeiro gregório a uma distância de 290 metros. Além de bater o recorde europeu de comprimento ainda demonstrou uma excelente pontaria já que acertou em cheio na Bundinha. A noite estava a correr bem, já que tínhamos que tornar a dar-lhes banho e vesti-los.

Mas o Júnior não estava contente com o recorde europeu e decide em pleno jantar repetir a dose, agora com um lançamento de 315 metros. Claro está que se estivesse em Portugal, bastaria ir à farmácia relatar o acontecido, trazer uma mistela qualquer hidratante e esperar que a coisa melhorasse mas como nostros hermanos têm a mania que falam uma língua completamente diferente da nossa, tornando assim completamente impossível uma conversa normal entre o tuga e o espanhuel,mesmo perante o nosso esforço de falar espanholez, acabei por optar em me deslocar ao hospital para que me receitassem qualquer coisa.

Dou entrada nas urgências e na recepção a senhorita, ao perceber que o meu espanhol era fraco mandou-me para a recepcionista tradutora. Pensei logo "isto sim, é um país civilizado, até têm um atendimento com tradutores para o melhor funcionamento da coisa....". Claro que demorei pouco tempo para perceber que afinal o que a madame queria dizer era "vai para aquele gabinete que já te fodem, ó português de merda....".

Chegado à dita recepção tradutores nem vê-los. Fiquei à espera.... esperei.... esperei..... e finalmente meia hora depois lá apareceu a tradutora. Uma .....inglesa, que para meu espanto, falava fluentemente....... inglês. Lá tive que me explicar na língua de Shakespeare. O que vale, é que como sou entendido no assunto, uma das poucas palavras que sei dizer em inglês é vomitar.

Quando a senhora me pediu a módica quantia de 200 aéreos instintivamente aprendi mais umaS...... "fuck.... you". Claro que o sistema de saúde espanhol é eficiente. Como a maior parte dos turistas não devem andar com 200€ a dar sopa na carteira os gajos montaram um terminal multibanco mesmo na sala ao lado.

Depois de largar o graveto o puto foi chamado e na companhia da mãe foi então encaminhado. Eu fui para a sala de espera e esperei... esperei.... esperei.... vi entrar polícias com bêbados algemados para lhes fazerem análises ao sangue... continuei a esperar..... esperei... joguei telémovel até ficar quase sem bateria.... esperei .... vi chegar mais uns estropiados.... esperei.....esperei..... e nada. Pensei "isto sim.... devem estar a fazer-lhe uma data de exames. Isto é que é qualidade hospitalar.......".

Três horas e meia depois lá saíram, o puto já a dormir e a senhora Cu que se espumava pelos cantos da boca enquanto pelos olhos chispavam raios que metaforicamente exterminava tudo quanto falava espanhol.

Fiquei então a saber que durante todo aquele tempo ela e o petiz estiveram num corredor, muito bem situado, onde viram todos os bezanas a chegar e a saírem, viram os estropiados e os médicos, que aparentemente passeavam os seus estetoscópios em amena cavaqueira. Só quando ela ameaçou soltar um gás mortal no edifício (e olhem que eu sei bem o quanto ela pode ser perigosa, não tivesse ela uma costeleta de terrorista) é que foi atendida

No entanto não se perdeu tudo. Descobri finalmente um sítio onde era permitido fumar à vontade. Por incrível que pareça, foi na sala de espera do hospital que eu não encontrei nenhum obstáculo à alimentação do meu vício.

Claro que o facto da sala de espera ser ao ar livre é um mero pormenor sem aparente importância.

.

publicado por Manel dos Anzois às 17:12
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
 O que é? |

mais sobre mim

Cheirem-me o Cu

Com Lubrificante Please

Queres mesmo saber?

arquivos

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Bufas recentes

SORRISOS À BEIRA MAR

HDFF

VESÍCULA

CONSULTA ACOMPANHAMENTO

ALTA

PROBLEMAS DE IDENTIDADE

ESCUTAS - #2

ESCUTAS

PARE ESCUTE E OLHE

RICO DIA DE FÉRIAS

AIIIII QUI EU MATUTI!!!!!...

CONTRATEMPO NÚMERO 2

Best Of Cu

DOMINGOS..............

FARMÁCIAS

COMPRAS

ESTÁ QUASE...

VAMOS À LA PLAYA OH OH OH...

O BARBEIRO

LICENÇA DE PATERNIDADE - ...

LICENÇA DE PATERNIDADE - ...

SANITÁRIOS...

2º ASSALTO: O CU DO MUNDO...

links

pesquisar

 

últ. comentários

Já foi bom, agora nem dado
Marisco congelado? acredito que as percebes sejam ...
Fui lá uma vez e fiquei tão de pé atras.. Para que...
o criador deste blog e um anormal de primeira
Eu não sou camionista, mas evitar convivência diár...
Cona boa!
Q vontade de lhe *spetar a minha p*ça de 25...
Quanto maior o canal da uretra (e do pênis ) maior...
O meu famoso ROOMBA caiu-me um dia das mãos... Con...
E assim o último pingo nunca será mais da cueca. E...
A ideia de ganhar dinheiro sem ter muito trabalho ...
Descobri o blog hoje, e já era finado, paciência. ...
è uma pena ..logo que por acaso encontrei o blog.....
Excelente. Já pensou acompanhar mais pessoas aos H...
Roomba y Neato Portugal - www.sinwestportugal.com
eu vou deitar esse site abaixo para nunca mais um ...
José Mourinho, impávido e sereno em "Chiambretti n...
culés, culerdos e caganers....?
Para quem perceber e gostar um pouco de eletrónica...
Merda pá ....ok...e.....está bem eu espero....n te...

Novembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


tags

todas as tags

Top 10 visitantes

ul { list-style:none; margin:0px; padding:0px; } li { background-color: #EFF7FF; margin:3px 0px; padding:0px; width:200px; height:56px; float:left; } img { border: 0px; } li img { margin:0px auto; padding:2px; border:solid 1px #aaaaaa; width: 50px; height: 50px; } li span.note { font-size:0.8em; } li p { margin:0; } textarea { display:inline; width:136px; height:35px; margin:0; float:left; } input { display:block; clear:left; }
]]>

Bufas mais comentadas

11 comentários
10 comentários
5 comentários
2 comentários
1 comentário
1 comentário

Quantos são? Quantos são?

blogs SAPO

Linkamos

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!