Quinta-feira, 25 de Outubro de 2007

PONTO X

ponto x

Finalmente, ao terceiro dia, chegamos então ao ponto X. No reino feminino, o ponto X é quase tão importante como o ponto G e eu até consigo compreender essa importância.

Primeiro, porque o ponto X é um exclusivo do ser humano não produtor de testosterona. Durante estes sessenta anos que já levo no cachaço nunca vi um homem sequer falar no ponto X.

Claro que o facto de o ponto X ser a mutação do ponto G ajuda, já que esse mesmo ponto G só existe nas mulheres.

Estranhei o facto de se chamar ponto X à mutação genética do ponto G. Afinal de contas, se esse ponto é uma evolução do ponto G deviam-lhe ter escolhido uma letra mais parecida, tipo D, ou Q, mas pronto, escusam de mandar vir comigo que não fui eu o responsável pelo baptismo.

Vamos lá então falar do ponto X. Até uma certa idade este ponto não existe nem mostra sintomas da sua chegada.

Os primeiros sintomas são muito ténues e surgem ao fim de um ano de casamento. A mulher começa a ficar menos faladora, com o olhar vago acompanhado de espasmos musculares e de algum desinteresse pela actividade sexual.

Devo aqui abrir um parêntesis para dizer que há algumas gerações atrás esta sintomologia acontecia em tenra idade, logo a seguir à puberdade. A mulher conseguia manter o ponto G activo durante muito pouco tempo.

Hoje em dia, graças ao ministério da saúde..... desculpem, enganei-me.... graças ao ministério das finanças, a idade critica anda entre os 30 e os 35 anos. Nalguns casos a mulher opta por não evoluir para esse novo estágio e manter o ponto G. Os antigos chamaram-lhes "mulheres liberais" mas esse nome já foi cientificamente actualizado para "encalhadas".

Mas se após os primeiros meses de casamento os sintomas da transformação se começam a revelar, a partir do momento em que a fêmea transporta uma cria dentro de si o fenómeno tornasse então irreversível.

O mais incrível é que a mulher está grávida à duas horas e o ponto X já veio para ficar. O seu 321º sentido permite-lhe saber que já emprenhou e assim, tal como uma cobra muda de pele, a mulher muda de ponto.

A partir desse dia quem a quer ver feliz é a mexer no ponto X. O homem chega a casa e o jantar não está pronto porque ela está na cozinha a consolar o ponto X.

Como não gosta de interromper a esfregação, somos nós que temos que abrir o pacote de batatas fritas e estrelar os ovos. Após o jantar, já na sala, não há novela que a prenda à televisão. O canal escolhido pode ser o de sua preferência que ela só de quando em quando desce à Terra e levanta o sobrolho para ver o que se passa. O tempo é todo preenchido friccionando, massajando, estimulado o ponto X.

Claro que tanta masturbação do ponto X, por vezes exageradamente, como se não houvesse amanhã, deixa o homem mais viril praticamente impotente, afinal de contas ele sabe que depois de tanta coçadela no ponto X a esposa estará exausta para as suas obrigações matrimoniais......

Maldito ponto X.

Adenda.
Reparei agora que a maioria dos leitores não terá entendido nada do que acima foi dito por ter cometido o erro de ler "ponto Xis". Meus amigos e minhas amigas, aquilo não é um xis, é uma cruz. Estive o tempo todo a falar do ponto de cruz.

Vá, vão lá ler outra vez para ver se entendem alguma coisa!!!!

.

publicado por Manel dos Anzois às 11:53
link do post | comentar | ver comentários (2) | favorito
 O que é? |
Quarta-feira, 24 de Outubro de 2007

PONTO N

velha

Ontem falei aqui do ponto G. Um ponto da anatomia feminina e aparentemente importante para a qualidade de vida desta espécie mamífera.

Foi só depois do texto escrito que me apercebi da imensidade de pontos que constituem o dia a dia de um ser humano. Basicamente a nossa vida regesse não pelos astros, nem pelas cartas de Tarot, nem pelo lançamento de búzios ou pelo horóscopo da Maya mas sim por pontos.

São os pontos de interrogação que nos atormentam diariamente. São os pontos de exclamação que nos assustam. São as reticencias que nos fazem sonhar..... mas não é destes que vou falar. Destes que se encarreguem os blogues lamechas.

Eu quero mesmo falar de outros pontos. Hoje elegi aleatoriamente o ponto N. O ponto N é ainda mais misterioso e ambíguo que o ponto G. O ponto N consegue proporcionar tanto prazer à mulher como o ponto G. Nalguns casos o ponto N chega a causar mais prazer à mulher do que o ponto G.

O interessante neste ponto é a sua ambiguidade. É que quem orgulhosamente ostenta o ponto N é o animal de sexualidade masculina. O ponto N, com a evolução dos tempos desapareceu completamente da mulher. Bom, quer dizer, completamente completamente é capaz de ser um exagero.

Se formos para o Portugal mais interior ainda somos capaz de encontrar um ou outro exemplar feminino com o ponto N bem à vista, mas no meio urbano mais civilizado há muito tempo que tais espécimes não existem.

No que diz respeito ao ponto N a investigação cientifica cumpriu os desígnios a que se propôs, ou seja, irradicá-lo, exorciza-lo do corpo feminino. Inventaram para isso instrumentos tecnologicamente evoluídos como o raio lazer, ou até mesmo as esferas arenosas incluídas no gel de banho.

Graças a eles, a mulher moderna pode até ter ponto G, mas ponto N não tem.

É por isso que ela para tirar prazer do ponto N tem assim que executar um ritual de acasalamento, muitas vezes mais profundo e erótico do que a actividade sexual em si. Posso até garantir-vos que neste momento na Índia está em elaboração o novo Kamasutra, onde se visa a estimulação do ponto N.

Em algumas culturas, como por exemplo a portuguesa, o mais parecido que um casal tem com sexo é a estimulação do ponto N.

É graças a isso que é muito comum ao passearmos na marginal oceânica desta nossa cidade ver jovens casais, nas posições mais perigosas para a espandilose a praticarem este acto.

Se a janela do carro estiver aberta chega a ser possível ouvir a fêmea a dizer "Aiiiiii, Zé.... está quieto que eu estou quase a conseguir...... aiiii.... aiiiii.... já está!!!!!! Consegui tirar-te o ponto Negro!!!!!"

.

publicado por Manel dos Anzois às 12:47
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
 O que é? |
Terça-feira, 23 de Outubro de 2007

PONTO G

pontog

Descobri recentemente que a rádio Antena3 tem algures a meio da manhã uma pequena rubrica sobre sexualidade. Se há coisa que me interessa são os mistérios das pendurezas do corpo humano. Bom.... na realidade não me interessa muito, é assim mais a modos que curiosidade. Afinal de contas gosto de saber o que ando a perder.

Foi assim que a semana passada ouvi o entendido no assunto falar no tal ponto G. Eu já uma vez abordei ao de leve o ponto G. Não o da minha mulher, já que esse continuo sem o encontrar, mas aqui no blogue. Disse na altura que duvidava da sua existência e tive logo umas quantas leitoras a dizerem-me que sim, que ele existia.

Se o dizem, está dito e eu acredito. O grande problema é encontrá-lo e mais me convenci disso quando o dito especialista definiu o ponto G como um ponto situado algures na escura imensidão da vagina onde existe uma maior concentração de nervos sensoriais. Até aqui tudo bem, o problema é que se esqueceram de sinalizar o gajo.

Claro que não precisavam de colocar uns neons ao melhor estilo Las Vegas mas o Criador podia ter-se lembrado de colocar lá alguma pista. Lá porque ele não dava uso à dita não precisava de ter dificultado tanto a vida ao Adão e restantes primos, ou seja, a nós, machos reprodutores.

Segundo o especialista na matéria, essa tal zona nem sequer tem uma textura diferente. Nada!!!!! Igual a toda a restante área. Quilómetros e quilómetros e aquilo é tudo igual. Parece um deserto, se retirarmos a humidade, é claro. Como é que querem que nós o encontremos?????

Vejam o nosso exemplo. Nós também temos uma zona mais sensível, mas simplificamos a coisa. Ela está logo ali, bem à vista. Até uma mulher ceguinha da vista dá com ele. Está logo na ponta. Não é preciso percorrer o meio metro do dito para o encontrar. Já a mulher não. Escondeu-o e camuflou-o ainda com um manto de lábios. Irra que além de complicadas são difíceis!

Ainda por cima podiam muito bem simplificar a tarefa e dizer onde estava. "Olha querido, é mais para a esquerda...... não filho...... mais acima...... mais um bocadinho...... não chegas lá????? Vai comer um Danoninho!!!!!!".

Devia ser obrigatório logo no primeiro encontro esclarecer esse ponto. Logo no primeiro jantar devíamos por os pratos a limpo. Enquanto se esperava pelo bacalhau com natas iniciava-se a conversa.

- Então Gertrudes, o que fazes na vida?

- Sou professora de Português do 25º ciclo na escola EB2FYH4ES do Casal dos Chouriços. E tu Gervásio?

- Olha, eu tenho um negócio de import/export, mas isso não interessa nada, o que me interessa e quero mesmo saber é onde fica o teu ponto G.

- Ai...... só com a conversa já está aos saltos, anda para o teu carro que eu mostro-te....

- Ahhhhhh..... infelizmente hoje vim na minha Famel Zundap!!!!!!!

Pronto, a coisa ficava logo esclarecida, com as coordenadas dadas e assim não havia o perigo de enganar. Mas não. As mulheres gostam de manter a coisa misteriosa. Vá.... procura.... procura..... mas hoje não que me dói a cabeça e amanhã também não que vou à cabeleireira e depois estrago o penteado todo.

O que mais me espanta no meio disto tudo é que na era tecnológica em que vivemos ainda ninguém tenha inventado nada para descobrir o bicho.

Nem sequer vou pedir camisinhas com GPS, embora até me dessem jeito pois desde que os grunhos da TvCabo decidiram modificar o formato de difusão da mesma que tenho uma parabólica cá em casa que não me serve para nada e assim sempre lhe dava uso.

Mas podiam inventar uma coisa do género do que eu vi um destes dias num vídeo que circula na Internet. Alguém inventou uma espécie de supositório para quem sofre de flatulência. O original da invenção é o conceito. É que aquilo não reduz a aerofagia.

O invento não é mais do que um assobio que se mete na bilha e que quando atravessado pela corrente de ar imita o som de um telemóvel. Assim o autor do disparo pode disfarçar e pegar no telemóvel e dizer "tou ximmmmm..... É pra mim!!!!".

Ora podiam fazer uma coisa do género para o ponto G. Já que a mulher não quer desperdiçar latim a dizer onde é, colocava-se lá a dita sonda e quando num dia de inspiração ... ou melhor..... de sorte nós lá acertássemos aquilo podia começar a sinfonia.

Andem lá pá. Ponham as cabecinhas a funcionar e inventem a coisa. Eu já estive aqui a pensar e como banda sonora sugiro uma música dos Ena Pá 2000. Como não sei o nome da letra vou cantar o refrão.

"Tenho um grande bacamarte..... vai da terra até Marte!!!!!".

.

publicado por Manel dos Anzois às 12:01
link do post | comentar | ver comentários (6) | favorito
 O que é? |

mais sobre mim

Cheirem-me o Cu

Com Lubrificante Please

Queres mesmo saber?

arquivos

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Maio 2009

Abril 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Janeiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Outubro 2008

Setembro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

Agosto 2006

Julho 2006

Junho 2006

Maio 2006

Abril 2006

Março 2006

Fevereiro 2006

Janeiro 2006

Dezembro 2005

Novembro 2005

Outubro 2005

Setembro 2005

Agosto 2005

Julho 2005

Junho 2005

Bufas recentes

PONTO X

PONTO N

PONTO G

Best Of Cu

DOMINGOS..............

FARMÁCIAS

COMPRAS

ESTÁ QUASE...

VAMOS À LA PLAYA OH OH OH...

O BARBEIRO

LICENÇA DE PATERNIDADE - ...

LICENÇA DE PATERNIDADE - ...

SANITÁRIOS...

2º ASSALTO: O CU DO MUNDO...

links

pesquisar

 

últ. comentários

Já foi bom, agora nem dado
Marisco congelado? acredito que as percebes sejam ...
Fui lá uma vez e fiquei tão de pé atras.. Para que...
o criador deste blog e um anormal de primeira
Eu não sou camionista, mas evitar convivência diár...
Cona boa!
Q vontade de lhe *spetar a minha p*ça de 25...
Quanto maior o canal da uretra (e do pênis ) maior...
O meu famoso ROOMBA caiu-me um dia das mãos... Con...
E assim o último pingo nunca será mais da cueca. E...
A ideia de ganhar dinheiro sem ter muito trabalho ...
Descobri o blog hoje, e já era finado, paciência. ...
è uma pena ..logo que por acaso encontrei o blog.....
Excelente. Já pensou acompanhar mais pessoas aos H...
Roomba y Neato Portugal - www.sinwestportugal.com
eu vou deitar esse site abaixo para nunca mais um ...
José Mourinho, impávido e sereno em "Chiambretti n...
culés, culerdos e caganers....?
Para quem perceber e gostar um pouco de eletrónica...
Merda pá ....ok...e.....está bem eu espero....n te...

Novembro 2012

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30


tags

todas as tags

Top 10 visitantes

ul { list-style:none; margin:0px; padding:0px; } li { background-color: #EFF7FF; margin:3px 0px; padding:0px; width:200px; height:56px; float:left; } img { border: 0px; } li img { margin:0px auto; padding:2px; border:solid 1px #aaaaaa; width: 50px; height: 50px; } li span.note { font-size:0.8em; } li p { margin:0; } textarea { display:inline; width:136px; height:35px; margin:0; float:left; } input { display:block; clear:left; }
]]>

Bufas mais comentadas

6 comentários
2 comentários
1 comentário

Quantos são? Quantos são?

blogs SAPO

Linkamos

Web Pages referring to this page
Link to this page and get a link back!